F1

Lotus encerra rumores e confirma renovação de contrato com Grosjean para Mundial de 2013

A Lotus deu mais uma chance a Romain Grosjean. O franco-suíço teve seu contrato renovado por mais uma temporada com a escuderia de Enstone um dia depois de conquistar a vitória na Copa dos Campeões. A notícia encerra os rumores que apontavam nomes como Kamui Kobayashi e Bruno Senna como candidatos à segunda vaga na equipe em 2013

Warm Up / Redação GP, de Sumaré

►Kobayashi joga toalha e confirma que está fora da F1 em 2013

Fim das especulações. A Lotus anunciou, nesta segunda-feira (17), a renovação de contrato de Romain Grosjean para a temporada 2013 da F1. O franco-suíço recebeu a notícia um dia depois da conquista da Corrida dos Campeões, prova que encerrou a temporada 2012 do automobilismo, na Tailândia. Assim, a escuderia de Enstone encerra os rumores que ligavam nomes como Kamui Kobayashi ou mesmo Bruno Senna à vaga de Romain, que seguirá como companheiro de Kimi Räikkönen por mais um ano.

Grosjean se mostrou muito rápido em sua primeira temporada completa na F1. Depois de ter feito sete corridas pela Renault como substituto de Nelsinho Piquet, em 2009, Romain retornou ao grid ao lado de Räikkönen, formando uma das duplas mais promissoras deste ano. O franco-suíço, de 26 anos, conquistou três pódios: terceiro no Bahrein, segundo no Canadá e terceiro na Hungria, fechando o Mundial de Pilotos em oitavo, com 96 pontos.

Confirmado: Grosjean fica na Lotus para mais uma temporada da F1 (Foto: Bruno Terena/ Grande Prêmio)

Romain ficou marcado, também, por algumas batidas ao longo da temporada. A mais grave delas foi na largada do GP da Bélgica, quando o piloto da Lotus acertou, de uma vez só, os carros de Lewis Hamilton, Fernando Alonso e Kamui Kobayashi. Por conta do ocorrido, Grosjean foi suspenso do GP da Itália, sendo substituído por Jérôme D’Ambrosio, reserva da escuderia aurinegra.

Seu desempenho irregular resultou em rumores que apontavam sua substituição por Kobayashi, dispensado da Sauber, ou por Senna, que não renovou com a Williams para 2013. Tanto que o anúncio levou quase um mês depois do fim da temporada. Mas, no fim das contas, a Lotus optou por manter a dupla que garantiu a quarta posição no Mundial de Construtores, superando a poderosa Mercedes.

“É fantástico para mim continuar com a Lotus em 2013. É excelente ter o apoio de todos em Enstone. Estou muito ansioso para recompensar a fé de todos em mim quando seguirmos para a pista na Austrália”, comemorou Romain em comunicado divulgado pela Lotus. “Aprendi muito nesta minha primeira temporada completa e meu objetivo é colocar essas lições em prática com um desempenho mais forte e consistente na pista no ano que vem”, comentou o piloto, bastante otimista com o sucessor do E20.

“Há uma série de desenvolvimentos interessantes que estão acontecendo nos bastidores em Enstone e estou muito animado com a perspectiva sobre o E21”, acrescentou o parceiro de Kimi para 2013.

Romain subiu ao pódio em três corridas, sendo segundo lugar no GP do Canadá (Foto: Lotus/ LAT)

Grande padrinho da carreira de Grosjean e responsável por leva-lo à Lotus — ao lado, claro, da fornecedora francesa de combustíveis Total —, Éric Boullier não escondeu a sua satisfação por contar novamente com o pupilo para mais uma temporada. “Romain é um grande talento e estamos satisfeitos por ele continuar conosco para uma segunda temporada”, vibrou.

[Retrospectiva 2012]

► Com dois títulos, Cacá Bueno se consolida como o melhor piloto no Brasil

►Peterhansel e Loeb são os melhores no rali. Confira na retrospectiva 2012 do GP

O comandante da Lotus exaltou a dupla Grosjean-Räikkönen e aposta em resultados ainda melhores que os conquistados em 2012. “Com a continuidade de dois excepcionais pilotos como Romain e Kimi, estamos bem posicionados e esperando resultados ainda melhores no ano que vem. Os dois pilotos trabalharam muito bem juntos em seu primeiro ano como companheiros de equipe, e eu acho que há potencial para coisas ainda maiores na próxima temporada. Nós estivemos regularmente no pódio em 2012 e certamente vamos continuar nesta forma em 2013”, concluiu o dirigente francês.

Com a renovação de Grosjean, restam a definição das equipes de três equipes para a próxima temporada: a Caterham, que pretende divulgar o nome do segundo piloto em breve, a Force India, que negocia com Adrian Sutil e deve manter Paul di Resta, e a Marussia, que seguirá com Timo Glock e deverá contar com Max Chilton — confirmado pelo presidente da Marussia Motors, Nikolai Fomenko.