F1

Magnussen anota melhor tempo e coloca Haas na frente da manhã do segundo dia de testes em Barcelona

Em sessão marcada (e encerrada) por três bandeiras vermelhas - mas sem acidentes graves -, Kevin Magnussen colocou a Haas no topo da tabela de tempos da manhã do segundo dia de testes coletivos da F1 em Barcelona. Sérgio Sette Câmara, escalado pela McLaren para ir à pista nesta quarta-feira, só pilotará pela tarde

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Dominada por jovens que ainda não chegaram à Fórmula 1, a manhã desta quarta-feira (15), segundo dia de testes coletivos da categoria em Barcelona, foi liderada por um nome conhecido: Kevin Magnussen fez o melhor tempo da primeira sessão na Espanha: 1min18s101.

Foram 12 os pilotos que estiveram na pista que recebeu a quinta etapa da F1 em 2019 no último domingo nesta primeira parte do dia: destes, sete ainda não são titulares. Dos habituais, além de Magnussen, apenas Charles Leclerc, Lance Stroll, Kimi Räikkönen e Alexander Albon.

Há mais um novato programado para ir à pista ainda nesta quarta: Sérgio Sette Câmara. O brasileiro piloto de testes da McLaren, porém, só pega o carro na parte da tarde.
Kevin Magnussen (Foto: Haas)
Resultado de imagem para emoji microfonePaddockast #17: Fórmula 1 no RJ em 2020? Parece mentira... E deve ser mesmo



  Ouça no Spotify
  Ouça no iTunes
  Ouça no Android
  Ouça no playerFM

Alexander Albon foi o segundo melhor entre os que já estão na F1, anotando 1min18s263 com sua Toro Rosso no final da sessão. Ele ficou em terceiro: entre o tailandês e Magnussen, Antonio Fuoco colocou a Ferrari, com 1min18s182. Räikkönen e Leclerc completaram o top-5 matutino.

Foram três bandeiras vermelhas durante a sessão, todas já durante a hora final - o que acarretou em encerramento da parte da manhã também com os carros impedidos de irem à pista.
Circuito de Barcelona no segundo dia de testes da F1 (Foto: Ferrari)
A primeira foi de Dan Ticktum, que viu sua Red Bull parar na curva 10. Pouco depois foi a vez de Nicholas Latifi, que ficou parado na saída do pit-lane com sua Williams. Por fim, Nikita Mazepin foi o único que escapou da pista, na curva 11, mas sem bater no muro.

O próprio russo foi quem mais andou nesta parte do dia, com 82 voltas. Ele foi seguido por Leclerc, com 73. Quem menos andou foi Nick Yelloly, com a Racing Point: só 20 voltas.

F1 2019, Barcelona, Testes coletivos, manhã, dia 2:

1 K MAGNUSSEN Haas Ferrari 1:18.101   46
2 A FUOCO Ferrari 1:18.182 +0.081 60
3 A ALBON Toro Rosso Honda 1:18.263 +0.162 42
4 K RÄIKKÖNEN Alfa Romeo 1:18.578 +0.477 47
5 C LECLERC  Ferrari 1:18.666 +0.565 73
6 N LATIFI Williams Mercedes 1:18.915 +0.814 51
7 N MAZEPIN Mercedes 1:19.146 +1.045 82
8 J AITKEN Renault 1:20.684 +2.583 42
9 O TURVEY McLaren Renault 1:20.712 +2.611 52
10 D TICKTUM Red Bull Honda 1:20.883 +2.782 45
11 L STROLL Racing Point Mercedes 1:21.196 +3.095 53
12 N YELLOLY Racing Point Mercedes 1:21.224 +3.123 20

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo 

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.