Mais distante da luta pelo título, Räikkönen diz que Lotus não deve ter evolução milagrosa no Japão

Kimi Räikkönen afirmou que a Lotus deve levar um pacote de atualizações aerodinâmicas para o GP da Coreia do Sul, na próxima semana, mas antes disso não deve ter uma evolução no rendimento na pista

A situação de Kimi Räikkönen na temporada 2012 da F1 está complicada. Depois de surpreender e entrar na briga pelo título com seis pódios conquistados, o finlandês agora viu Fernando Alonso aumentar a vantagem para 45 na tabela. E a volta por cima do nórdico não deve acontecer neste final de semana no Japão. O piloto da Lotus afirmou, nesta quinta-feira (4), que não acredita em uma recuperação milagrosa em Suzuka.

“Nós sequer estivemos próximos nas últimas corridas, então espero que estejamos mais fortes. Mas realmente não tenho esperanças de que seremos os mais rápidos de repente. Nós vimos o que aconteceu nas últimas corridas, mas talvez eu esteja errado. Espero que seja isso”, declarou.

Kimi afirmou que a situação da Lotus não parece boa no campeonato (Foto: Lotus/ LAT Photographic)

Apesar de não estar muito confiante, o piloto disse que as pequenas atualizações da Lotus para a etapa nipônica podem significar algum tempo ganho. “Eu acho que estamos ficando um pouco mais para trás que os outros, que têm melhorado. Então temos algumas pequenas atualizações aqui e espero que nos ajudem a voltar onde já estivemos”, disse.

Um dos novos componentes que a equipe inglesa terá à disposição em Suzuka será o duplo DRS, aparato similar ao usado pela Mercedes desde o início do campeonato. Apesar disso, a equipe ainda vai testar o artifício antes de decidir se vai aproveitá-lo na corrida.

Mas mesmo com a novidade, Räikkönen afirmou que o rendimento só deve melhorar a partir do GP da Coreia do Sul, quando estreará uma série de atualizações aerodinâmicas.  “Mas nós precisamos fazer o melhor que pudemos aqui e espero que na Coreia do Sul tenhamos mais atualizações. Se funcionarem, as coisas devem ficar um pouco melhor”, disse.

Por fim, mesmo sabendo de todos os problemas da Lotus, Kimi Räikkönen disse que não se importa com as atualizações, pois se for campeão todos só vão querer saber de comemorar a taça.

“Se nós conseguimos vencer o título, eu não me importo em como isso vai acontecer. Se vencermos, vencemos, então é isso. Mas no momento a situação não está muito boa. Nós já estivemos em situações piores, mas continuamos tentando. Enquanto tivermos uma pequena chance precisamos continuar tentando e espero melhorar nossa posição”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube