Maldonado espera GP da China imprevisível e admite: “Não tivemos o melhor início de temporada”

Pastor Maldonado reconheceu que a Williams não teve um bom início de temporada, mas afirmou que equipe tem trabalhado duro para melhorar o FW35. Venezuelano espera prova imprevisível em Xangai

Pastor Maldonado reconheceu que a Williams não teve um bom início de temporada, mas afirmou que o time vem trabalhando duro para que possa apresentar alguma evolução em seu desempenho na etapa da China. Para a disputa em Xangai, o venezuelano espera uma prova imprevisível e destacou que o circuito exige um carro bastante equilibrado. 
 
“Esta pode ser uma corrida bem imprevisível e as condições climáticas são um desafio à parte”, afirmou. “Tem também um misto de curvas diferentes, então você precisa ter o equilíbrio correto entre a velocidade em linha reta para a longa reta, enquanto tem uma boa aderência nas curvas de baixa velocidade”, explicou. 
Maldonado afirmou que Williams precisará de tempo para evoluir (Foto: Getty Images)
Pastor avaliou que a Williams vai precisar de tempo para evoluir o carro desta temporada, mas espera que as atualizações que serão levadas para Xangai ajudem o time. 
 
“Não tivemos o melhor início de temporada e precisamos de algum tempo para melhorar o nosso carro para sermos sólidos em alguns pontos, mas todo o time está trabalhando muito duro, então vamos esperar e ver como adaptamos o nosso carro a esta corrida”, completou Pastor.
 
Companheiro de Maldonado, Valtteri Bottas também destacou a necessidade de um carro equilibrado e lembrou que tem uma pequena experiência no traçado chinês, já que assumiu o carro de Bruno Senna no ano passado. 
 
“Tenho experiência guiando no circuito de Xangai, porque guiei no primeiro treino livre no ano passado, e é uma pista com características similares a do último GP, na Malásia. Embora não seja tão quente e úmido, o clima pode variar, então você precisa de um carro que funcione bem em diferentes condições”, apontou. “Fazer os pneus funcionar será o maior desafio para todos os times, já que as temperaturas geralmente são baixas e a superfície suave da pista é bem diferente do que vimos nas duas primeiras corridas.”
 
“Tive azar por não marcar meus primeiros pontos na última corrida e, embora não estejamos onde deveríamos estar, o time tem trabalhado duro para entender o carro e trazer para esta corrida um pacote que seja um passo adiante em termos de performance”, encerrou Bottas.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube