Maldonado estreia na Lotus após fraca pré-temporada pensando que “tudo é possível” em Melbourne

O GP da Austrália pode ser um bom início para a Lotus, segundo Pastor Maldonado, desde que o time mantenha a calma e deixe os problemas para os adversários no Albert Park

O desempenho fraco do E22 na pré-temporada da F1 não desanima Pastor Maldonado antes da estreia na Lotus. O venezuelano inicia sua quarta temporada na categoria pensando que “tudo é possível” no Albert Park, um circuito marcado por propiciar corridas repletas de reviravoltas.

A Lotus foi a equipe que menos andou nos testes de inverno, acumulando pouco mais de 1200 km. Problemas mecânicos do E22 e das unidades de força da Renault limitaram ainda mais o tempo de pista do time, que abriu mão de quatro dias de treinos coletivos em Jerez.

Apesar disso, Maldonado segue confiante de que será possível sair do GP da Austrália, no próximo domingo (16), com um bom resultado.

Lotus não conseguiu fazer a preparação ideal na pré-temporada (Foto: Reprodução/Twitter Renault Sport)

“Há muitas variáveis nesta temporada, principalmente nas primeiras corridas. Apenas precisamos ficar calmos e continuar focados”, deu a receita o piloto.

“Não é uma situação ideal para muitos dos times, mas nós temos de trabalhar juntos para melhorar. Tenho muita confiança em todos em Enstone e na Renault. Todos resolveram problemas no passado, então espero que possamos ter respostas rápidas para resolver os problemas que enfrentamos agora”, disse.

“Isso será muito importante em termos de performance e para mostrarmos o nosso potencial. Estou me sentindo otimista para nosso novo desafio em 2014”, completou.

Maldonado continua certo de que o E22, com seu bico-tomada e as demais soluções encontradas pela Lotus, tem um potencial enorme. “Apenas precisamos trabalhar mais duro que os outros times, ainda que o tempo esteja contra nós. Acho que o carro é bom e só vai melhorar”, afirmou.

Grosjean não conseguiu andar muito nos testes (Foto: Getty Images)

O francês Romain Grosjean, colega de Maldonado, continua sorrindo em meio à crise. “É natural para mim. Não ajuda em nada correr do problema ou ficar chateado. É melhor sentar com todo mundo, ver tudo o que fizemos, encontrar os pontos positivos e depois confiar no trabalho que as pessoas vão fazer”, argumentou.

Vindo em uma ascendente como piloto, Grosjean esteve perto de vencer corridas no fim de 2013, mas foi sempre derrotado pelo dominante Sebastian Vettel. Ele reconhece que será mais difícil repetir resultados semelhantes no novo campeonato.

“Precisamos pegar o que temos e conquistar o que sabemos que somos capazes de conquistar quando temos um pacote confiável”, falou.

O piloto descartou que o fim de semana do GP da Austrália será uma continuação dos testes da pré-temporada. “A meta é terminar a corrida e talvez marcar pontos. Ainda não estamos onde gostaríamos de estar, mas vamos para lá para competir e você nunca sabe o que pode acontecer com os outros”, declarou.

“Não, não estamos em uma situação boa, mas isso não significa que é game-over. Vamos tentar marcar o máximo possível de pontos em cada oportunidade durante a temporada”, acrescentou o francês.

O primeiro treino livre para o GP da Austrália está marcado para as 22h30 (de Brasília) desta quinta-feira. A largada para a etapa que abre o Mundial de F1 de 2014 será dada às 3h do domingo. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades de pista ao vivo e em tempo real.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube