Massa aceita pedido de desculpas de Hülkenberg por acidente de Cingapura: “Legal ter recebido a mensagem”

Felipe Massa ficou contente por ter recebido de Nico Hülkenberg uma mensagem de celular com um pedido de desculpas pelo acidente que os dois protagonizaram no GP de Cingapura. Mas o brasileiro, de qualquer forma, não chegaria ao final por um problema mecânico que se manifestou mais tarde

Pedido de desculpas feito, caso encerrado. Para Felipe Massa, já é coisa do passado o acidente entre ele e Nico Hülkenberg no GP de Cingapura. Até porque, de um jeito ou de outro, ele não chegaria ao final por causa de um problema de câmbio.

Ainda no início da corrida do último domingo, Massa estava saindo dos boxes quando foi atingido por Hülkenberg ao dividir a curva 3. O alemão foi punido em três posições no grid de largada do GP do Japão, e a princípio reclamou disso, mas, após ver novamente o vídeo do lance, concordou que estava errado.

Momento do acidente entre Massa e Hülkenberg em Cingapura (Foto: AP)

Hülkenberg disse ao chegar em Suzuka que pediu desculpas para o brasileiro, que confirmou e demonstrou ter apreciado o gesto do piloto da Force India.

"Ele me mandou um SMS, o que foi legal. A gente estava brigando, e talvez ele tenha sido muito otimista de fechar a porta daquele jeito, mas está tudo bem. Legal ter recebido a mensagem", afirmou o piloto da Williams.

"Acho que ele tinha uma boa chance de ficar à frente. Podia frear bem mais tarde, pois tinha pneus que estavam melhores. Podia ter ficado pela direita e a curva seguinte era favorável a ele. Talvez eu fosse ter o DRS depois, mas aí já é difícil prever. Ele só fechou a porta cedo demais, não deixou espaço para mim", continuou.

"O problema é que eu estava saindo dos boxes e fazendo a curva, estava na frente e, naquele ângulo, era impossível que eu pudesse vê-lo. Eu só o vi quando já estava começando a frear, então não podia fazer nada. Era mais fácil para ele evitar. Mas eu não acho que a gente ia terminar a corrida mesmo. É melhor que se tenha todos esses problemas na mesma corrida, uma corrida em que talvez você não possa terminar. Nós não estávamos muito competitivos em Cingapura mesmo. Outros times estavam bem melhores. Agora eu espero que tudo vá bem nas corridas que faltam", completou o brasileiro, que caiu para sexto no Mundial de Pilotos após a prova em Marina Bay.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube