Massa afirma que retorno de treinos durante temporada da F1 é “ideia muito bem-vinda”

O brasileiro foi questionado durante a coletiva de imprensa do GP do Canadá se gostaria de trocar as horas passadas no simulador por treinos reais na pista. Nico Rosberg e Giedo van der Garde concordaram com o colega

O treino secreto da Mercedes, em Barcelona, reacendeu uma velha discussão na F1: a necessidade de testes durante a temporada para o desenvolvimento dos carros. Nesta quinta-feira (6), na entrevista coletiva que antecedeu o GP do Canadá, os pilotos foram questionados se preferiam trocar horas de simulador por atividades na pista. E foi Felipe Massa quem mais se empolgou com a ideia.

O brasileiro afirmou que não há uma correlação perfeita entre pista e realidade virtual, por isso seria mais proveitoso para todas as equipes que houvesse mais testes ao longo dos meses do ano.

Felipe Massa defendeu mais treinos na F1 (Foto: Ferrari)

“Seria algo muito bem-vindo, com certeza. Um simulador é sempre o que temos para tentar entender alguma coisa, mas é sempre um simulador, então, quando se está na situação real na pista você entende muito melhor o que está acontecendo. Por isso, seria muito bem-vindo”, declarou o brasileiro.

Vencedor da última corrida, em Mônaco, Nico Rosberg concordou com o piloto da Ferrari ao afirmar que os treinos dão resultados mais precisos. “Assim como Felipe disse, é muito difícil tornar os simuladores 100% realistas, então há muitas coisas que são melhores quando você testa no carro de verdade. É mais preciso”, acrescentou.

Por fim, Giedo van der Garde, que estreia na F1 neste ano, disse que para os novatos também é mais interessante poder acumular uma maior quilometragem no carro de verdade. “Eu acho que também é bom para um novato ter mais tempo de pista, claro. Mas as coisas são como estão”, encerrou o holandês, conformado com o regulamento atual.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube