Massa coloca desempenho na Bélgica só abaixo do da Inglaterra e comemora resultado que “dá força”

Quinto colocado no GP da Bélgica, no último domingo (2), Felipe Massa exaltou a tática adotada pela Ferrari e disse que o resultado foi “muito importante” e vai lhe dar motivação para a sequência da temporada

 

► Quer concorrer a 2 prêmios da Mercedes? Participe já da promoção

► Red Bull procura maior kartista amador do Brasil. Veja como participar

Único piloto da Ferrari em praticamente todo o GP da Bélgica, disputado no último domingo (2), em Spa-Francorchamps, Felipe Massa era só sorrisos na entrevista coletiva concedida após a prova. O brasileiro, de 31 anos, teve uma corrida consistente, reagiu depois de uma posição ruim no grid de largada — 14º — e conquistou um sólido quinto lugar após travar belo duelo com Mark Webber nas voltas finais da prova.

Em termos de resultado, o quinto lugar de Massa em Spa-Francorchamps iguala o GP de Mônaco, ficando atrás somente do GP da Inglaterra, quando Felipe terminou em quarto. Contudo, quanto à sua performance na corrida, o brasileiro entende que sua prova na Bélgica só foi inferior ao que conseguiu desempenhar em Silverstone. “Acho que o resultado foi ótimo, de fato e representa uma motivação ainda maior para o restante da temporada. Dá força”, avaliou o piloto da Ferrari.

Animado com quinto lugar no GP da Bélgica, Massa diz que resultado "dá força" para restante do Mundial (Foto: Ferrari)

“Esse quinto lugar foi muito importante”, disse Massa no paddock de Spa-Francorchamps pouco depois do fim da corrida. “Olhando onde eu larguei e olhando onde eu cheguei,  foi um excelente resultado e uma motivação para continuar tentando melhorar para somar bons pontos até o fim do campeonato, porque isso será importante não só para equipe, mas principalmente para mim. Acho que essa foi uma ótima corrida, mas Silverstone ainda foi melhor”, analisou.

Felipe creditou boa parte do seu sucesso no domingo à estratégia da Ferrari, que seguiu o padrão e adotou tática de dois pit-stops. Dentre os ponteiros, apenas Jenson Button e Sebastian Vettel, os dois primeiros colocados do GP da Bélgica, fizeram uma parada para troca de pneus.

“Hoje a estratégia foi muito importante. Alguns carros fizeram duas paradas, outros carros fizeram três, mas acho que uma parada não era interessante para mim, principalmente do que senti do carro hoje. Daí, levando em conta que era uma pista de fácil ultrapassagem, nós optamos por dois pits”, justificou o piloto da Ferrari.

Por fim, Massa disse que não dá para avaliar o nível da Ferrari em relação às outras equipes de ponta, por isso não há como apontar um favorito declarado. Contudo, o brasileiro entende que a escuderia de Maranello precisa melhorar, e muito, a performance da F2012, sobretudo em ritmo de classificação, se quiser ser bem-sucedida nesta segunda parte do Mundial.

McLaren, Lotus, a gente… é difícil ter uma posição clara agora, porque cada corrida é diferente. Por isso é difícil você apontar um favorito. Mas acho que, se conseguirmos melhorar ainda mais, teremos um carro ainda mais competitivo, principalmente para brigar por posições mais à frente no grid”, comentou.

“Eu tinha um carro muito melhor que o de sábado, bem mais competitivo, capaz de lutar por posições e ultrapassar. E o objetivo é tornar o carro cada vez mais competitivo, para tentarmos marcar pontos em todas as corridas que faltam”, finalizou Felipe, 11º colocado no Mundial de Pilotos, com 35 pontos, mesmo número do ex-companheiro de Ferrari, Michael Schumacher.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube