Massa critica F1 “muito pior” do tempo de Senna e ironiza: “Todo mundo diz que no passado era incrível”

Enquanto muitos clamam por uma volta da F1 ao passado, Felipe Massa acredita que, na verdade, a categoria é muito mais disputada em tempos recentes. “Pegue, assista e compare com agora”, sugeriu o brasileiro

Não é bem verdade quando se diz que, no passado, as corridas eram melhores. A afirmação é de Felipe Massa. Segundo o brasileiro, as corridas eram é “muito piores” no tão aclamado tempo de Ayrton Senna, por exemplo.
 
“Nos 20 anos do acidente do Senna, estavam mostrando as corridas na TV, e eu assisti boa parte. Era muito pior do que é hoje. A diferença na classificação era de 1s5 para o terceiro, o terceiro levava volta toda corrida. Então a diferença era muito maior do que é hoje. Mas, quando você fala com as pessoas, todo mundo diz que o passado é incrível”, declarou o piloto de 34 anos.
 
“Então pegue, assista e compare com agora. Eu acho que é algo que as pessoas precisam fazer, não olhar para o passado sem lembrar muito bem, só falando que era incrível”, criticou.
Felipe Massa não concorda que a F1 de décadas atrás era melhor (Foto: Red Bull/GEPA/ Harald Steiner)
Massa destacou o impacto que os circuitos dos anos 1980 e 1990 têm nas impressões das pessoas a respeito da F1. “O passado parece mais interessante, também, porque as pistas eram muito piores, onduladas, então parece mais difícil porque você vê os carros sobre os bumps. Mas agora tudo está mais seguro, as pistas são diferentes”, comentou.
 
O vice-campeão de 2008 também comentou a respeito das declarações de Kimi Räikkönen e Niki Lauda, que pediram mais riscos na F1, e demonstrou não concordar com os dois. O brasileiro pediu mudanças “inteligentes” para a categoria.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube