Massa diz que vitória “significaria muito” na permanência na Ferrari: “O momento é importante”

Para Felipe Massa, voltar a vencer seria um fator decisivo para seu futuro na F1. O brasileiro disse que, para pensar em mudar de equipe, é preciso ter uma boa chance, mas que para isso é preciso trabalhar. Porém, ele garantiu que seu desejo é continuar em Maranello em 2013

Sem subir ao degrau mais alto do pódio desde o GP do Brasil de 2008, Felipe Massa acredita que uma vitória na reta final da temporada de 2012 seria fundamental para o seu futuro na Ferrari e na F1. 14º colocado no Mundial deste ano, o brasileiro ainda não tem sua permanência na equipe italiana acertada para a próxima temporada e manifestou o desejo de permanecer no lugar em que está desde 2006.

“Uma vitória agora significaria muito! Muito mesmo, sem dúvida”, avaliou Massa, nesta quinta-feira (30), em Spa-Francorchamps, na Bélgica. “O que tento fazer é pensar nela e fazer com que seja possível”, disse.

Felipe Massa quer continuar na casa em que está desde 2006 (Foto: Ferrari)

Massa não quis classificar, porém, as nove corridas que restam em 2012 como as mais importantes de sua carreira, dada a incerteza que paira sobre seu futuro. “São importantes, sim, claro. O momento é importante, mas não diferente de outros momentos que já atravessei no passado”, minimizou o piloto de 30 anos.

Ao comentar uma possível mudança de equipe, Massa disse que a questão “tem a ver com a chance de você ir para uma equipe competitiva, com ter uma boa chance”. A boa chance, no entanto, não vem sem que se brigue por ela: “Faz parte, logicamente, o fato de a gente ter de trabalhar muito para ter essa chance aqui na Ferrari ou não”.

Só que buscar novos ares não é a primeira opção de Massa. “A Ferrari é onde eu gostaria de ficar, mas é importante que os dois queiram. O importante é continuar a trabalhar para permanecer aqui na F1”, finalizou Felipe.

Na Bélgica, palco da corrida do próximo domingo (2), que Massa conquistou uma de suas 11 vitórias na F1. Foi em 2008, quando ele terminou em segundo, mas herdou o primeiro lugar após uma penalização aplicada ao inglês Lewis Hamilton, da McLaren.

Grande Prêmio cobre 'in loco' a 12ª etapa do Mundial, com a jornalista Evelyn Guimarães. Acompanhe o noticiário da F1 aqui.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube