Massa elogia volta de Button, mas questiona decisão de não testar no Bahrein: “Os carros são completamente diferentes”

Jenson Button está de volta para a F1, ao menos para uma corrida. O britânico foi confirmado para substituir Fernando Alonso no GP de Mônaco, já que o espanhol irá correr as 500 Milhas de Indianápolis. Felipe Massa afirmou que o britânico é muito bem-vindo de volta, mas admitiu não entender o motivo dele não participar dos testes após o GP do Bahrein

 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Jenson Button voltou para a F1 mais cedo do que se imaginava. Após a confirmação de que Fernando Alonso perderá o GP de Mônaco para correr as 500 Milhas de Indianápolis, a McLaren anunciou que o britânico assumirá o carro do espanhol na prova. Felipe Massa falou sobre o retorno do britânico e ficou com uma dúvida: o motivo dele não testar o novo carro.
 

Foi dada para o campeão de 2009 a opção de ele participar dos ensaios que acontecerão na próxima semana após o GP do Bahrein. No entanto, o piloto resolveu recusar a oferta, afirmando que prefere se concentrar em correr em Mônaco no simulador, já que as duas pistas são bastante diferentes. 
 
Então, quem participará dos testes serão Stoffel Vandoorne e Oliver Turvey.
Jenson Button optou por não treinar no Bahrein (Foto: McLaren)
Ao comentar sobre o caso, Massa deixou claro estar feliz com a volta de Jenson, mas que aproveitaria a oportunidade de entender melhor os novos carros da F1. “É ótimo tê-lo de volta. Ele é um ótimo piloto, tinha certeza que iriam coloca-lo no carro”, explicou.
 
“Você precisa de alguém com experiência, especialmente para Mônaco. Então sabia que seria ele. A única coisa que não entendo é o motivo dele não testar aqui na próxima semana. Caso tivéssemos o mesmo carro do ano passado, tudo bem. Mas os carro são completamente diferentes”, seguiu.
 
“Você tem um teste de graça, pode rodar 100 voltas, entender os pneus. Ele nunca pilotou com pneus assim. Se o simulador é bom, por que a maior parte dos bons pilotos não quer? Hamilton não foi ao simulador nos últimos dois ou três anos”, completou.
 
“Eu estaria lá na próxima semana. Tendo um dia inteiro para entender sobre o carro, eu iria, definitivamente”, encerrou.
 
PADDOCK GP #73 DISCUTE F1, MOTOGP E INDY E FAZ PRÉVIA DO GP DO BAHREIN

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube