Massa lamenta posição de largada e culpa chuva forte da Malásia: “Carro não rende nessas condições”

Brasileiro Felipe Massa amarga treino de classificação ruim em Sepang, com carro tendo dificuldades de rendimento e confusão na escolha de pneus

A cobertura completa do GP da Malásia no GRANDE PRÊMIO
As imagens do sábado da F1 na Malásia
icone_TV Automobilismo na TV: a programação do fim de semana

Mais uma vez, a classificação não foi de sonhos para Felipe Massa e para a Williams. O FW36 voltou a mostrar dificuldades de rendimento na chuva, e o treino acabou antes do esperado para os carros #19 e #77. Massa amarga a 13ª colocação, enquanto Bottas larga do 15º posto. A pole-position ficou novamente com Lewis Hamilton.

Durante o fim de semana, o brasileiro não fez frente aos carros da Mercedes e foi mais lento que Red Bull e Ferrari, mas esteve sempre  rondando as primeiras colocações. A classificação em muita chuva, porém, acabou com as expectativas de uma posição de largada melhor que na Austrália, quando partiu da nona posição.

Felipe Massa ficou apenas com a 13ª posição no treino de classificação para o GP da Malásia (Foto: Getty Images)

"Foi uma classificação muito difícil, não é novidade que nosso carro não rende nessas condições. Nada diferente da Austrália, embora lá a gente tenha colocado o carro em uma posição um pouco melhor, mas nem sei como, porque aqui ficou claro que não tinha o que fazer. Em condição de chuva o carro não rende mais que isso", afirmou à TV Globo. "Vamos largar numa posição bem atrás do que nosso carro permite numa condição de seco, sem dúvida", completou Massa.

O brasileiro deixou claro após o treino de classificação que não havia muito a ser feito nas condições que se apresentavam em Sepang, e não culpou a confusão na escolha dos pneus que usaria no Q2. Felipe entrou com o pneu para chuva, mudou para intermediário após instrução de seu engenheiro, Andrew Murdoch, mas não demorou até que notasse o erro. Então, retornou aos boxes e voltou aos compostos para pista molhada, mas não se recuperou.

"Estava com pneu de chuva no começo e perguntava como estavam os carros com pneu intermediário, e parece que o Bottas estava melhorando o setor dele. Meu engenheiro me informou e achamos melhor mudar, parei e troquei. Acho que foi um erro de comunicação. Saí, coloquei pneu de chuva, voltei e dei uma volta. Não é que eu não andei no final, eu andei, mas acho que não tinha muito o que fazer", contou.

O GP da Malásia dá a partida quando os relógios ajustados de acordo com a hora de Brasília assinalarem 5h deste domingo, e o GRANDE PRÊMIO faz cobertura em tempo real.

'TOP GEAR BARBADOS' com LEWIS HAMILTON e o GRANDE PRÊMIO

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube