Massa mostra preocupação com aquecimento dos pneus em Austin, principalmente para classificação

Mencionada por boa parte dos pilotos, a conservadora escolha de pneus médios e duros vai dando trabalho para os times no Circuito das Américas. Felipe Massa afirmou que encontrar uma solução para isso será essencial para a classificação

“Hoje era, acima de tudo, um dia para conhecer a pista”. Com este discurso quase que padrão no paddock em Austin, Felipe Massa definiu a sexta-feira de atividades no Circuito das Américas, palco do retorno do GP dos Estados Unidos ao circo da F1. Mas essa fala de Massa não foi a única recorrente no Texas. A preocupação com o aquecimento dos pneus também foi um ponto em comum nas falas dos pilotos e que Massa foi mais um a repercutir.

Sexto colocado no resultado combinado dos dois treinos livres, Massa disse que os pneus levados pela Pirelli para Austin estão “definitivamente duros!”. A fabricante italiana optou por compostos médios e duros, que vão dando trabalho para todos – ou quase todos, já que a Red Bull menosprezou essas dificuldades ao formar uma dobradinha maiúscula com Sebastian Vettel na primeira posição e Mark Webber em segundo lugar.

Felipe Massa foi o sexto colocado no primeiro dia de atividades no Texas (Foto: Getty Images)

“Será importante descobrir como deixá-los na temperatura correta, especialmente no que diz respeito à classificação”, ressaltou o brasileiro, que não tem conseguido grandes resultados aos sábados.

Por outro lado, o ferrarista afirmou ter gostado “bastante da pista” recém-construída no sul dos Estados Unidos. “É muito divertido dirigir aqui e eu acho que nós veremos um grande show neste fim de semana”, declarou.

Só que as dificuldades na abertura oficial do novo autódromo foram muitas, visto que o traçado estava zerado. “Não consigo me lembrar de ter dirigido em uma superfície com tão pouca aderência!”, exclamou, fazendo referência aos momentos iniciais do primeiro treino livre. “Depois, a situação melhorou, começamos a ganhar um pouco mais de confiança e encontramos a linha correta”, concluiu Massa.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube