Massa quer “diversão” na Stock Car e foca em futuro na FE, mas só tem uma certeza: “Não quero correr 30 vezes por ano”

Felipe Massa se aposentou da F1, mas já disse que não das pistas. No começo de 2018, ele estará na Stock Car, na Corrida de Duplas. No futuro? O plano é a FE, mas sem exageros, afirmou em conversa com o GRANDE PRÊMIO

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Felipe Massa estará na abertura da Stock Car em 2018, na Corrida de Duplas. E essa, por enquanto, é a única certeza de sua carreira para o futuro – além do fato de que não quer exagerar no número de corridas que fará por ano.

Em entrevista exclusiva para o GRANDE PRÊMIO, na última sexta-feira (15), durante o dia de treinos das 500 Milhas de Kart, na Granja Viana, Massa conversou sobre a Stock Car, sobre a vontade de estar na FE e, também, e mais importante, de estar em casa com a família.

Primeiramente, ele explicou o motivo que o fez aceitar correr ao lado de Cacá Bueno pela Cimed na abeertura da próxima temporada da competição nacional: "Diversão."

Cacá Bueno e Felipe Massa, dupla na Stock Car (Foto: Cimed)

"Apenas isso. Decisão de me divertir. Primeira vez que vou andar num carro de Stock Car. Até pela sensação de experimentar alguma coisa diferente. Então apenas uma diversão na qual será interessante guiar com o Cacá, cara com experiência tremenda na Stock e nesse tipo de carro. Sem dúvida será um prazer imenso, quero me divertir e conhecer algo que não conheço", continuou.

Para quem sonha com Massa correndo sempre em autódromos brasileiros, pode acontecer, mas não é a ideia para o futuro próximo: "Por enquanto não. Acho que nem conheço o carro da Stock, não consigo dizer nesse momento. Quem sabe lá na frente as coisas podem mudar", disse.

E deixou claro que a FE é o objetivo: "Mas tenho outras ideias pela frente, como a FE, continuar na Europa, poderia correr a Stock morando na Europa, não mudaria nada. Mas há outras coisas que talvez estejam em primeiro plano."Não vou fazer 30 corridas no ano de jeito nenhum."

Felipe Massa (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

Ao ser questionado sobre se aguentaria o ritmo de Nelsinho Piquet, que correrá a temporada 2018 da Stock pela Full Time, ao lado de Rubens Barrichello, mas sem abandonar a FE, negou: "Não vou fazer 30 corridas no ano de jeito nenhum."

"Quero ter mais tempo dentro de casa, que é algo que não conheço também. Por enquanto não passa na minha cabeça fazer isso", finalizou.

EM BUSCA DO SONHO DA F1

PIETRO FITTIPALDI REVELA QUE NEGOCIOU COM A SAUBER PARA 2018

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube