Massa relata dificuldade no Q3, mas afirma que pode lutar pelo pódio no GP da Hungria

Felipe Massa vai largar na sétima colocação, uma atrás de Fernando Alonso, seu companheiro de equipe e líder do campeonato. Brasileiro confirmou certa dificuldade na parte final do treino classificatório deste sábado

Felipe Massa fez outro bom treino classificatório, desta vez na Hungria, e conquistou a sétima colocação no grid de largada neste sábado (28), em Hungaroring. Apesar de ir ao top-10, o brasileiro confirmou que não foi uma atividade muito fácil e revelou problemas para fazer a volta ideal durante o Q3.

"Não foi uma qualificação fácil. Fernando e eu lutamos para fazer uma volta perfeita, porque nós fomos melhores no Q2 do que no Q3”, explicou. “Uma pena, porque eu tinha feito um bom tempo no Q2 e estava esperando melhorar ainda mais, mas, infelizmente, eu estava mais lento. De repente, eu tinha menos aderência e agora temos de descobrir o motivo”.

“Teremos de estudar cuidadosamente os poucos dados que temos relativos ao comportamento do pneu. Do pouco que pude ver, há uma degradação excessiva com os macios, o que pode ser ainda pior com o tanque cheio”, alertou.

Massa deseja retribuir apoio da torcida com pódio na Hungria (Foto: Ferrari)

Massa afirma que existe uma grande possibilidade de chuva e, por isso, a Ferrari precisa estar preparada para qualquer situação se quiser brigar por um lugar no pódio. “Será amanhã muito quente e também pode chover, então teremos de estar prontos para qualquer situação que aparecer na corrida”, contou.

“Teremos que esperar e ver como as coisas andam porque será uma longa corrida amanhã, mas acho que ainda estamos com chance de lutar por um lugar no pódio, mesmo se estamos diante de uma concorrência muito forte”, explicou.

Falando de tudo que envolveu o circuito de Hungaroring em sua carreira, como o incidente com a mola da Brawn de Rubens Barrichello que se soltou e atingiu o rosto do brasileiro e tirou o piloto da parte final da temporada em 2009, Massa diz que a pista é marcante para ele e que espera retribuir o apoio dos torcedores com um bom resultado.

“Hungaroring tem sido palco de vários momentos importantes da minha carreira, começando com o golpe cruel da perda da vitória certa em 2008, que aconteceu por causa de um problema no motor. E um ano depois aconteceu meu acidente”, falou.

“Muitas pessoas aqui ficaram perto de mim e continuam me apoiando, por isso estou duplamente decepcionado porque eu queria recompensá-los com um grande resultado esta tarde. Vamos tentar isso amanhã”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube