Massa ressalta importância do acerto do carro no circuito de Sochi e se mostra confiante em fazer corrida competitiva

Felipe Massa enfrentou problemas na corrida de 2014 no Parque Olímpico de Sochi depois de ter de lidar com uma falha no fluxo de combustível no treino classificatório, que acabou por comprometer sua corrida na Rússia. Para 2015, o brasileiro acredita num desfecho bem diferente

No único GP da Rússia disputado pelo Mundial de F1, Felipe Massa não teve a sorte como sua amiga. Afinal, ainda no treino classificatório da prova disputada em 2014, o brasileiro enfrentou um problema no fluxo de combustível da sua Williams e acabou garantindo apenas o 18º no grid. Durante a corrida, Felipe conseguiu ganhar algumas posições, mas não o bastante para somar pontos, terminando em 11º, enquanto seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, foi ao pódio, em terceiro.

Mas para 2015, Massa espera ter um carro competitivo ao longo de todo o fim de semana para finalmente deixar o Parque Olímpico de Sochi com um sorriso no rosto. O balneário russo recebe neste domingo (11) a 15ª etapa da temporada 2015 do Mundial de F1.

Massa busca melhor sorte em Sochi depois de uma jornada complicada em 2014 (Foto: AP)

Para sair da Rússia com um bom resultado, Felipe acredita que o fator chave é encontrar um bom acerto que faça o carro ter um bom desempenho tanto nos trechos de alta velocidade como também nas partes mais travadas do circuito. Será um desafio encontrar o equilíbrio, sobretudo no quesito downforce.

Mas o brasileiro mostra confiante no conjunto que dispõe para fazer um bom trabalho na terra de Vladimir Putin. “A Rússia é uma pista muito bacana, com algumas longas retas, o que a torna interessante para ultrapassagens”, descreveu o sexto colocado na temporada, com 97 pontos.

“O circuito tem quase de tudo, começando com uma reta, segue para curvas de alta, e depois para curvas bem lentas no setor do meio. Isso faz com que o acerto do carro seja muito importante e torne a importância do downforce evidente”, destacou.

Massa lembrou o infortúnio sofrido no ano passado na sessão que definiu o grid em Sochi e espera viver uma história mais feliz neste fim de semana. “Espero fazer as pazes com a classificação e estou confiante de que podemos ter uma corrida competitiva”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube