Massa vê Räikkönen em situação complicada e diz que ajuda a Vettel na luta pelo título é inevitável: “Precisa aceitar”

Felipe Massa fez uma análise da atual situação da Ferrari no campeonato e, com toda a experiência que possui após oito anos defendendo Maranello na F1, disse que Kimi Räikkönen se encontra em uma situação complicada e que terá de ajudar Sebastian Vettel na briga pelo título com a Mercedes

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Com oito temporadas de experiência na Ferrari, Felipe Massa falou sobre o cenário que se desenha em Maranello e vê Kimi Räikkönen em uma situação bastante complicada no que diz respeito à luta pelo título em 2017. Embora a equipe italiana tenha insistido que não via impor ordens enquanto seus dois pilotos estiveram matematicamente no páreo, o brasileiro está convencido de que o finlandês não terá muito o que fazer e terá de começar a ajudar Sebastian Vettel o antes possível. 

 
O tetracampeão lidera o campeonato desde o primeiro GP de 2017 e atualmente sustenta uma vantagem de 12 pontos para Lewis Hamilton, principalmente rival na batalha pela taça deste ano. Já Räikkönen, último piloto a conquistar um título com a equipe italiana, ocupa a quarta posição no Mundial, 68 pontos atrás do companheiro de Ferrari.
 
"Acho que a situação de Kimi vai ficar bastante complicada a partir de agora, porque você sabe que a Ferrari tem uma grande chance de ganhar o campeonato. Eles vão tentar tudo o que puderem para vencer depois de tantos anos", afirmou Felipe, que foi vice-campeão com o time vermelho em 2008.
Felipe Massa foi realista quanto à situação atual de Kimi Räikkönen na Ferrari (Foto: Beto Issa)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

"A Ferrari não conquista um título desde 2007 com pilotos e desde 2008 entre os construtores. Então, eles vão tentar tudo o que puderem. E, infelizmente, se você olhar a diferença de pontos, Kimi não está na posição que precisaria estar. Ele tem de aceitar que algumas coisas podem acontecer e vão acontecer", explicou.

 
Massa ainda acrescentou que, se a Ferrari realmente tomar esse caminho – o de priorizar apenas um de seus pilotos -, pode obrigar a Mercedes a fazer o mesmo com Hamilton e Valtteri Bottas. "Acho que se a Ferrari fizer isso, então a Mercedes também vai precisar fazer."
 
"Mas isso também depende de uma coisa: se Hamilton estiver ganhando facilmente, então será fácil. Porém, se ele não estiver, então eles vão precisar fazer alguma coisa, porque, de outra forma, vão perder pontos e talvez isso possa ter algum efeito no fim do campeonato", concluiu o brasileiro.
 
NOVA DERROTA EM 2017 MOSTRA QUE TOYOTA E LE MANS SÃO COMO ‘ÁGUA E ÓLEO’

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube