Massa vê “sinal encorajador” com performance na classificação e quarto lugar no grid em Melbourne

Satisfeito com o quarto lugar no grid de largada do GP da Austrália, Felipe Massa espera por uma corrida longa e difícil logo mais em Albert Park. O brasileiro cravou tempo melhor que o de Fernando Alonso em classificações pela terceira vez seguida

 

Felipe Massa começou 2013 da mesma maneira como terminou a temporada passada. Em grande fase e deixando para trás o companheiro de equipe Fernando Alonso por apenas 0s003, o único brasileiro do grid da F1 neste ano conquistou a quarta colocação do grid do GP da Austrália e vai largar atrás somente de Sebastian Vettel e Mark Webber, da Red Bull, e também de Lewis Hamilton, da ascendente Mercedes.

Massa abre a temporada 2013 largando à frente de Fernando Alonso, classificando com tempo mais rápido que o espanhol pela terceira vez consecutiva. E para Felipe, o desempenho da F138 no treino que definiu o grid de largada do GP da Austrália foi bastante satisfatório. O brasileiro não escondeu o contentamento por conseguir partir na segunda fila do grid em Albert Park logo mais, neste domingo (17).

Felipe Massa continua em grande fase neste começo de temporada 2013 (Foto: Getty Images)

“Levando em conta as condições difíceis que nós encontramos ontem na primeira parte da classificação e, depois, novamente nesta manhã, estou razoavelmente satisfeito com este quarto lugar”, destacou o piloto da Ferrari, que espera uma corrida complicada nesta abertura de temporada.

“Agora podemos esperar uma corrida longa e difícil, onde a estratégia vai influenciar, como sempre, sendo um fator chave. De qualquer forma, começar em uma boa colocação é positivo e um sinal encorajador neste começo de campeonato”, finalizou Felipe.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube