Verstappen é liberado do hospital após forte acidente no GP da Inglaterra

Max Verstappen postou em suas redes sociais uma foto e uma mensagem tranquilizando os fãs, afirmando que foi liberado pelos médicos do hospital após a forte batida no início do GP da Inglaterra

Demorou, mas Max Verstappen pode respirar aliviado. Após horas sob observação após o forte acidente no GP da Inglaterra deste domingo (18), o piloto da Red Bull foi liberado para voltar para casa. A equipe médica não encontrou nada de errado nos exames, mesmo após uma pancada de 51G. A liberação foi confirmada via Twitter, em foto ao lado do pai, o ex-piloto Jos Verstappen.

Verstappen brigava pela liderança com Hamilton na curva Copse. Um toque na traseira levou o holandês a uma batida de 51G contra a barreira de pneus. O britânico foi considerado culpado e precisou cumprir punição de 10 segundos. Ainda assim, conseguiu reagir nas voltas finais e ultrapassar Charles Leclerc para vencer. O resultado leva Hamilton aos 177 pontos. Verstappen, por sua vez, estaciona em 185 e vê a briga pelo título apertar.

Max saiu do carro por conta própria, mas seguiu acompanhado pelos fiscais de prova. De acordo com a equipe médica, o piloto estava visivelmente desnorteado. Ainda não havia informação clara sobre as condições do holandês na altura da bandeira quadriculada, o que causou saia justa conforme Hamilton celebrava seu oitavo triunfo em Silverstone.

“Claro, fico decepcionado por ser tirado da corrida desse jeito. A punição dada não nos ajuda de forma alguma e não compensa a manobra perigosa que o Lewis fez na pista. Ver as comemorações estando no hospital é desrespeitoso, um comportamento antidesportivo, mas vamos em frente”, disse.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar