Verstappen garante 9ª vitória na temporada e bate recorde de Senna com motor Honda

Com sua nona vitória na temporada conquistada no GP do México, Max Verstappen superou o recorde de Ayrton Senna como o piloto com maior número de vitórias em um único ano de Fórmula 1 com motor Honda

A confusão da largada no GP do México (Vídeo: Band)

A vitória da Max Verstappen no GP do México foi histórica. E não só por ter saído da terceira posição, feito largada incrível e, logo na primeira curva, assumido a ponta para liderar 65 das 71 voltas do circuito. Com a conquista na casa de seu companheiro de equipe, Sergio Pérez, o holandês se tornou o maior vencedor do circuito mexicano com três triunfos e, além disso, superou o lendário Ayrton Senna com maior número de vitórias em um único ano de Fórmula 1 para um piloto com motor Honda — detalhe: no mesmo lugar onde a Honda venceu pela primeira vez na maior categoria do automobilismo.

Em sua sétima temporada na F1, Verstappen soma nove vitórias, sendo, portanto, o maior responsável pelos 10 triunfos da Red Bull no ano. Por isso, com apenas 24 anos, o holandês superou Senna que, em 1988 — quando, mais tarde, conquistaria o primeiro de seus três títulos mundiais —, havia somado oito vitórias pela McLaren, que à época também fazia uso de motores Honda. Senna estava em sua quinta temporada de F1 e tinha 28 anos, quatro anos mais velho que Max.

É verdade que, há 31 anos, havia apenas 16 GPs no calendário, sendo que neste ano de 2021 há 22. No entanto, em termos percentuais: ambos têm 50% de aproveitamento, já que Senna venceu oito de 16 corridas, e Verstappen triunfou em 9 das 18 provas até o momento.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Max Verstappen conquistou sua 9ª vitória na temporada (Foto: Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Atrás dos dois pilotos nessas mesma estatísticas, estão Alain Prost, também em 1988, com sete triunfos e, mais uma vez Senna, também com sete, portando um motor Honda em 1991. O piloto brasileiro aparece ainda em 1989 e 1990, com seis vitórias em cada. Nigel Mansell também obteve seis triunfos em 1987, e cinco em 1986.

A Honda tem uma história especial com o México. Há 56 anos, foi lá que ela conquistou sua primeira vitória na F1 com a própria equipe Honda: Richie Ginther, que tinha à época 35 anos, venceu o GP do México de 1965. Foi também sua primeira e única experiência no lugar mais alto do pódio. Como montadora, a marca japonesa viria então a vencer mais 88 corridas, entre suas idas e vindas na F1.

A próxima etapa da temporada é especial porque vai marcar o retorno da Fórmula 1 ao Brasil depois de um ano de ausência. O GP de São Paulo acontece logo nesta semana, entre 12 e 14 de novembro, com cobertura ‘in loco’ do GRANDE PRÊMIO em Interlagos.

VERSTAPPEN ENGOLE MERCEDES NA LARGADA E VENCE GP DA CIDADE DO MÉXICO DE F1 | Briefing
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar