Verstappen minimiza experiência de Hamilton: “Não significa que seja mais completo”

Para Max Verstappen, a vasta experiência de Lewis Hamilton na Fórmula 1 não o torna um piloto mais completo. O holandês também disse "não invejar ninguém por nada"

A batalha entre Mercedes e Red Bull, Lewis Hamilton e Max Verstappen, já está mais do que declarada – míseros quatro pontos separam os dois no Mundial de Pilotos e apenas um no de Construtores. Embora os taurinos estejam à frente, a experiência de Hamilton é uma possível chave para arrancar do holandês o que já fora seu em 2021: a liderança. Acontece que, para Verstappen, isso não necessariamente vai acontecer: a vasta experiência do britânico na Fórmula 1 não o torna necessariamente um piloto mais completo.

“Eu não concordo, mas essa é minha opinião”, disse Verstappen à Sky Italia, perguntado sobre Hamilton ser mais complete. “Sim, ele é mais experiente. Mas isso não significa que ele seja mais completo. É a minha opinião e não há necessidade de ninguém concordar comigo”, seguiu.

LEWIS HAMILTON; MAX VERSTAPPEN; GP DA ESPANHA; F1;
Lewis Hamilton em batalha com Max Verstappen em Barcelona (Foto: Bryn Lennon/Getty Images/Red Bull Content Pool)

O piloto da Red Bull também foi questionado se tinha inveja de seu rival, com impressionantes sete títulos. Na resposta, foi direto: “Não e eu não invejo ninguém por nada. Estou muito feliz com quem eu sou. Tenho sorte de estar na F1 e na vida que vivo. Não tenho ciúmes ou inveja de ninguém.”

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Verstappen tinha apenas 10 anos quando Hamilton fez sua estreia na F1 com a McLaren em 2007. Desde então, o britânico colocou 271 corridas em seu currículo, além de um recorde de 98 vitórias e sete títulos mundiais. No entanto, 2021 chegou e o holandês se mostra cada vez mais preparado para uma batalha. É, pelo menos, o que o #33 espera.

“Obviamente espero terminar à frente de todos, mas não sou o único que sonha com isso. Você tem que viver o presente, sei que tenho que ser rápido e teremos que trabalhar muito ao longo da temporada”, explicou.

“Sei que muita gente já está trabalhando para 2022, mas temos uma boa oportunidade este ano e teremos que dar tudo”, concluiu o piloto.

Fórmula 1 volta à ação no dia 6 de junho, com o GP do Azerbaijão, nas ruas de BakuGRANDE PRÊMIO acompanha diariamente todos os detalhes do Mundial.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar