Verstappen defende regras estáveis na Fórmula 1: “Todos vão ficar mais próximos”

Vencedor de 19 das 22 corridas da Fórmula 1 em 2023, Max Verstappen defendeu a estabilidade do regulamento, pois isso serviria para aproximar as equipes e tornar a competição mais forte dentro do grid da categoria

Na opinião de Max Verstappen, a melhor forma de ter um grid equilibrado na Fórmula 1 é manter os regulamentos por um período maior de tempo. Para o neerlandês, que venceu os três últimos Mundiais de Pilotos de forma consecutiva, regras estáveis fazem com que as equipes se aproximem em termos de ritmo, já que facilita o entendimento de todas sobre qual direção seguir no desenvolvimento de seus carros.

No ano passado, a Fórmula 1 passou por uma das temporadas mais dominantes de uma equipe na história, com 21 vitórias da Red Bull em 22 corridas — 19 de Verstappen e duas de Sergio Pérez. O único time a quebrar a marca foi a Ferrari, que faturou o GP de Singapura com Carlos Sainz.

“Quanto mais tempo as regras permanecerem as mesmas, todos vão ficar mais próximos”, avaliou Verstappen ao portal inglês Motorsport. “Então, todos vão entender em qual direção precisam se desenvolver”, afirmou o tricampeão mundial.

A opinião vai de encontro ao que disse recentemente o chefe da Red Bull, Christian Horner — que está sendo alvo de uma investigação da equipe por comportamento inapropriado com uma funcionária. Segundo o britânico, é improvável que os taurinos consigam repetir o domínio avassalador demonstrado em 2023.

Verstappen disse que a melhor maneira de equilibrar o grid é manter o mesmo regulamento (Foto: AFP)

“O que acontecerá com regulamentos estáveis é que tudo será muito mais próximo, são ótimas as equipes que estamos competindo. Com o regulamento estável, 2024 não será como 2023. Esperamos muito mais competição da McLaren, Mercedes e Ferrari e de todos os pilotos que competem por elas”, analisou.

“Algo que sabemos sobre esse esporte é que as coisas vão convergir. Já é possível ver isso começando a acontecer, e o mais importante para se ter convergência é ter estabilidade”, avaliou o dirigente. “A estabilidade dos regulamentos vai aproximar muito mais todas as equipes. Não serão mais sete anos de domínio”, completou.

Adrian Newey, projetista da Red Bull, disse que gosta das mudanças de regulamento pelo desafio que elas oferecem na construção de um novo conceito. Por outro lado, concordou que a estabilidade do regulamento tende a aproximar as equipes do grid.

Red Bull e Verstappen não tiveram adversários ao longo de 2023 (Foto: Red Bull Content Pool)

“É claro que todos estão começando a se aproximar, especialmente nesta temporada”, alertou o engenheiro. “Olhe para os carros agora, eles são todos muito parecidos. E isso provavelmente continuará até o final de 2025, quando essas regras expirarem”, completou.

Fórmula 1 retorna às pistas entre os dias 21 e 23 de fevereiro, com os testes coletivos de pré-temporada no Bahrein, no circuito de Sakhir. O campeonato começa no dia 2 de março, no GP do Bahrein.

 Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
 Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.