Verstappen vence fácil GP da Cidade do México. Hamilton segura Pérez e é segundo

Max Verstappen coroou uma exibição de gala na Cidade do México com a nona vitória em 2021. Lewis Hamilton segurou Sergio Pérez e foi o segundo, logo à frente do mexicano

F1 AO VIVO! TUDO SOBRE O GP DA CIDADE DO MÉXICO | Briefing

Max Verstappen deu outro passo muito importante rumo ao seu primeiro título mundial de Fórmula 1. O holandês fez uma largada notável no GP da Cidade do México, neste domingo (7) no Autódromo Hermanos Rodríguez, passou Valtteri Bottas e Lewis Hamilton e, da primeira curva da primeira volta em diante, foi o dono da corrida. Com um verdadeiro passeio dominical, o piloto do carro #33 da Red Bull não deu chances a ninguém e conquistou uma vitória fácil, a nona na temporada e a 19ª na carreira.

Hamilton fez o que foi possível com o carro que tem às mãos hoje, claramente com ritmo inferior ao da Red Bull. O heptacampeão se manteve em segundo praticamente em toda a corrida. Nas voltas finais, Lewis ainda foi pressionado por Sergio Pérez, mas conseguiu segurar o ímpeto do mexicano e confirmou a segunda posição, reduzindo assim os prejuízos se tivesse perdido uma posição. ‘Checo’, por sua vez, não conseguiu a dobradinha da Red Bull, mas pelo menos garantiu um feito: foi o primeiro piloto local a subir ao pódio no México.

Bottas começou o domingo na pole-position, mas viveu uma jornada desastrosa desde o início da corrida, com direito a ter sido acertado por Daniel Ricciardo no começo da corrida e a um pit-stop horroroso. Veio, contudo, o prêmio de consolação na volta final: o giro mais rápido, que tirou de Verstappen a chance de marcar 1 ponto extra aos seus 25 pela vitória no México.

MAX VERSTAPPEN; GP DA CIDADE DO MÉXICO; F1; FÓRMULA 1;
Max Verstappen passeou no GP da Cidade do México (Foto: Mark Thompson/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Pierre Gasly, com performance muito boa em todo o fim de semana, terminou a corrida em quarto lugar com a AlphaTauri. Charles Leclerc, depois de abrir passagem a Carlos Sainz durante a corrida, teve a posição devolvida pelo espanhol e terminou em quinto, seguido pelo companheiro de equipe.

Sebastian Vettel, outro que teve uma jornada aguerrida no México, foi o sétimo com a Aston Martin, à frente de Kimi Räikkönen, oitavo colocado com a Alfa Romeo. Fernando Alonso garantiu o nono posto com a Alpine e Lando Norris fechou a lista dos dez primeiros colocados.

Verstappen tem agora 19 pontos de vantagem para Hamilton: 312,50 contra 293,50 do heptacampeão. Oficialmente e matematicamente, apenas os dois têm chances de conquistar o título. Bottas, que terminou só em 15º neste domingo, estacionou nos 185 pontos, enquanto Pérez encostou no finlandês e tem agora 165. No Mundial de Construtores, a Mercedes está exatamente 1 ponto à frente da Red Bull: 478,50 contra 477,50 da rival taurina.

A próxima etapa da temporada é especial porque vai marcar o retorno da Fórmula 1 ao Brasil depois de um ano de ausência. O GP de São Paulo acontece logo nesta semana, entre 12 e 14 de novembro, com cobertura ‘in loco’ do GRANDE PRÊMIO em Interlagos.

Saiba como foi o GP da Cidade do México de Fórmula 1

A largada do GP da Cidade do México foi a melhor possível para Max Verstappen e a pior imaginada para Valtteri Bottas. O holandês largou em terceiro, colocou na linha de fora e se posicionou ao lado de Lewis Hamilton e do finlandês. Depois de emparelhar com os adversários, o piloto da Red Bull freou em cima da curva 1 e conseguiu fazer a ultrapassagem para assumir a liderança.

Para Bottas, o pior: o finlandês foi acertado por Daniel Ricciardo e rodou, caindo assim para o fim do grid. Sergio Pérez viu o incidente muito de perto, passou pela área gramada e conseguiu voltar à pista, em terceiro. Mais atrás, Esteban Ocon ficou ensanduichado entre os carros de Mick Schumacher e Yuki Tsunoda, que abandonaram, enquanto o francês seguiu na pista.

Largada favorável a Verstappen e desfavorável a Bottas no México (Vídeo: Band/Twitter)

Depois de toda a balbúrdia na largada, Pierre Gasly aparecia em quarto, seguido por Charles Leclerc. Até aí, normal. Mas Antonio Giovinazzi era a grande surpresa e estava na sexta posição, enquanto Carlos Sainz, Sebastian Vettel, George Russell e Kimi Räikkönen fechavam a lista dos dez primeiros.

A relargada foi dada na volta 5. Verstappen manteve a dianteira, seguido por Hamilton e Pérez. Gasly se segurou em quarto, sendo seguido por Leclerc e Sainz, enquanto Giovinazzi caiu para sétimo. Ricciardo estava em 17º, uma posição à frente de Bottas. Também na relargada, Lance Stroll por muito pouco não acertou a McLaren do australiano depois de errar o ponto de frenagem.

YUKI TSUNODA; ACIDENTE; GP DA CIDADE DO MÉXICO;
Carro de Yuki Tsunoda bem avariado após acidente na volta 1 da prova (Foto: F1/Twitter)

Daí em diante, a corrida engrenou uma sequência de voltas sem muita ação na pista. As lutas por posição eram somente no pelotão intermediário para o fim: Lando Norris brigava com o compatriota George Russell até fazer a ultrapassagem e assumir o 12º lugar, enquanto Bottas não conseguia passar Ricciardo, que estava em 13º.

Lá na frente, Verstappen tinha 6s de vantagem para Hamilton, enquanto Pérez estava quase 2s atrás do heptacampeão e tentava se aproximar para completar o 1-2 da Red Bull. Gasly fazia uma corrida solitária e era o quarto, seguido pelas Ferrari de Leclerc e Sainz.

Giovinazzi mostrava chances reais de pontuar bem, mas a Alfa Romeo o chamou para fazer um pit-stop. O italiano abriu seu segundo stint com pneus duros, gesto que depois foi seguido por Valtteri Bottas e Daniel Ricciardo. O finlandês ainda estava atrás do carro #3 da McLaren e não conseguia fazer a ultrapassagem mesmo com o acionamento do DRS.

GP DA CIDADE DO MÉXICO; F1; FÓRMULA 1;
GP da Cidade do México teve público de 372 mil pessoas no fim de semana (Foto: Honda Racing)

A rigor, aquela era a única disputa real por posição no momento em que a corrida se aproximava das 30 voltas completadas. Todas as atenções da transmissão oficial estavam em cima de Ricciardo x Bottas. Lá na frente, Verstappen passeava enquanto Pérez tentava se aproximar de Hamilton.

Com 30 voltas, a Mercedes chamou Hamilton para fazer seu pit-stop. O heptacampeão calçou pneus duros para a sequência da corrida. Na volta à pista, Lewis se colocou imediatamente atrás da Ferrari de Leclerc, cenário que poderia complicá-lo na disputa com Pérez pelo segundo lugar, mas o monegasco fez sua parada para troca de pneus na volta seguinte.

A Red Bull manteve Pérez na pista por mais tempo por decisão estratégica Quem fez o pit-stop antes, na volta 34, foi Verstappen. Para festa da torcida no Hermanos Rodríguez, ‘Checo’ assumiu a dianteira. A ideia da Red Bull era esticar ao máximo o stint com o dono da casa para que Pérez tivesse pneus mais novos para lutar com Hamilton no fim da prova.

GP DA CIDADE DO MÉXICO;
Pérez chegou a liderar a corrida e levantou a torcida mexicana na F1 (Foto: Mark Thompson/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Depois de eternas voltas atrás de Ricciardo, Bottas assumiu a dianteira na volta 40 depois que o australiano foi chamado pela McLaren para seu pit-stop. No giro seguinte, foi a vez do líder da corrida, Pérez, fazer a troca de pneus. O mexicano voltou em terceiro e voltou a perseguir o heptacampeão para tentar fazer a dobradinha da Red Bull.

Valtteri… pobre, Bottas… O finlandês, que já havia sofrido com o azar na curva 1 na primeira volta, enfrentou a má sorte novamente quando foi fazer o pit-stop. A parada durou exatos 11s7 depois de um problema de fixação da roda dianteira esquerda. Logo depois, o último dentre os pilotos ainda com pit-stop pendente fez a parada: Lando Norris, que era o sexto, foi aos boxes na volta 45 para colocar pneus duros e retornar à pista em décimo.

Com pneus em melhor estado, Pérez passou a apertar o ritmo para se aproximar de Hamilton. Uma grande briga se desenhava no top-3 enquanto outra disputa acontecia mais atrás. Sebastian Vettel, com grande desempenho, encostou na Ferrari de Carlos Sainz, que por sua vez andava cada vez mais próximo de Leclerc.

CARLOS SAINZ; CHARLES LECLERC; FERRARI; MÉXICO;
Leclerc abre caminho para Sainz passar no GP da Cidade do México (Foto: Reprodução)

Com desempenho pior, o monegasco abriu, a pedido da Ferrari, passagem para o companheiro de equipe. Sainz iniciou então uma caçada a Gasly para tentar a quarta posição. Também entre os dez primeiros, outro destaque era Kimi Räikkönen, em oitavo.

Quando restavam dez voltas para o fim da corrida, Pérez chegou de vez em Hamilton e reduziu a diferença para menos de 1s. A multidão nas arquibancadas vibrava com a grande corrida de ‘Checo’. Mas ali à frente estava um aguerrido Lewis.

Hamilton segurou Pérez e conseguiu manter o mexicano atrás, a ponto até mesmo de fazer a vantagem aumentar para mais de 1s. Daí em diante, Lewis praticamente assegurou a segunda posição em pódio que ficou definido com Verstappen na frente e Pérez em terceiro.

Nas voltas finais, Bottas foi aos boxes para colocar pneus macios e tentar fazer a volta mais rápida para tirar o ponto extra de Verstappen. O finlandês, que estava em 14º, voltou pouco à frente de Max, que tratou de tentar se colocar à frente justamente para evitar que Valtteri fizesse a volta mais rápida da corrida.

Ao fim de 71 voltas, Verstappen confirmou a conquista da nona vitória da temporada, em outra exibição de gala em 2021. Hamilton fez o possível e segurou a pressão final de Pérez para terminar em segundo, enquanto o mexicano fechou o pódio na Cidade do México. Bottas tanto tentou que conseguiu fazer a volta mais rápida, no último giro, e roubou o ponto extra que parecia destinado a Verstappen. Charles Leclerc, no fim das contas, terminou em quinto depois de Sainz lhe ter devolvido a posição.

F1 2021, GP da Cidade do México, México, Resultado Final:

1M VERSTAPPENRed Bull Honda71 voltas 
2L HAMILTONMercedes+16.555 
3S PÉREZRed Bull Honda+17.752 
4P GASLYAlphaTauri Honda+1:03.845 
5C LECLERCFerrari+1:21.037 
6C SAINZFerrari+ 1 volta 
7S VETTELAston Martin Mercedes+ 1 volta 
8K RÄIKKÖNENAlfa Romeo Ferrari+ 1 volta 
9F ALONSOAlpine+ 1 volta 
10L NORRISMcLaren Mercedes+ 1 volta 
11A GIOVINAZZIAlfa Romeo Ferrari+ 1 volta 
12D RICCIARDOMcLaren Mercedes+ 1 volta 
13E OCONAlpine+ 1 volta 
14L STROLLAston Martin Mercedes+ 2 voltas 
15V BOTTASMercedes+ 2 voltas 
16G RUSSELLWilliams Mercedes+ 2 voltas 
17N LATIFIWilliams Mercedes+ 2 voltas 
18N MAZEPINHaas Ferrari+ 3 voltas 
19M SCHUMACHERHaas Ferrari NC
20Y TSUNODAAlphaTauri Honda NC
      
VMRV BOTTASMercedes1:17.774Volta 71
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar