F1

McLaren anuncia ex-chefe da Porsche no WEC como diretor-geral: “Passo importante para recuperação”

A McLaren escolheu Andreas Seidl para ocupar o posto de diretor-geral e assumir parte das funções do chefe Zak Brown na Fórmula 1. Seidl chega com a experiência de anos defendendo a BMW Sauber na F1 e a Porsche no WEC

Warm Up / Redação GP, de Berlim
A McLaren abre o ano ainda se reforçando na Fórmula 1. A equipe britânica anunciou nesta quinta-feira (10) a contratação de Andreas Seidl, conhecido pelo trabalho como chefe da Porsche no Mundial de Endurance, como novo diretor-geral a partir da temporada 2019.
 
Como diretor-geral, Seidl herda parte das funções até 2018 exercidas por Zak Brown, diretor-executivo da McLaren. Andreas fica subordinado a Zak, que foca agora em operações mais amplas da equipe, e não necessariamente nos detalhes da Fórmula 1.
 
“Isso é um privilégio enorme, mas também um desafio para o qual estou pronto e comprometido”, disse Seidl ao ser anunciado. “Ter a oportunidade de contribuir para o legado da McLaren é algo extremamente especial e inspirador. A McLaren tem a visão, a liderança e a experiência, mas o mais importante é que também tem as pessoas para voltar às primeiras posições, que é minha grande missão. Mal posso esperar para me unir à equipe e trabalhar com meus colegas, nossos parceiros na Renault e, claro, Carlos [Sainz Jr.] e Lando [Norris]”, continuou.
A McLaren segue se reforçando para 2019 e além (Foto: McLaren)
“Essa é uma contratação importante para nós por dois motivos”, refletiu Brown. “Primeiro, é um passo importante no nosso plano de recuperação e no nosso comprometimento com a Fórmula 1. Segundo, concentrar lideranças experientes no nosso projeto de Fórmula 1 é parte fundamental do planejamento da McLaren de expansão para outros campeonatos. Andreas [Seidl] é um líder altamente capacitado e com um histórico de sucesso em tudo que fez”, apontou.
 
Seidl chega com três títulos do WEC e três vitórias nas 24 Horas de Le Mans como destaques na carreira. O diretor-geral, todavia, tem sua experiência na F1: entre 2006 e 2009, o novo contratado fez parte da BMW Sauber, atuando como chefe de operações de pista.
 
Seidl é a segunda contratação de peso da McLaren nos últimos tempos. James Key, diretor-técnico na Toro Rosso, já está apalavrado com Woking e tem expectativa de começar a trabalhar durante 2019 como diretor técnico.
 
A temporada 2019 da Fórmula 1 começa em 17 de março, data reservada para o GP da Austrália.