McLaren aumenta oferta financeira para evitar acordo de Hamilton com Mercedes, afirma site inglês

A McLaren aumentou sua oferta financeira para ajudar a convencer Lewis Hamilton de permanecer na equipe em 2013. Rumores afirmam que o inglês está de saída para a Mercedes

 

A novela sobre o destino de Lewis Hamilton na F1 a partir de 2013 ganhou um novo capítulo nesta terça-feira (25). De acordo com o site da revista inglesa 'Autosport', a McLaren está pronta para fazer uma proposta financeiramente mais atraente e a maior do que a feita pela Mercedes a Lewis Hamilton. A manobra é a forma que a equipe inglesa encontrou para tentar manter o campeão de 2008 no time. A informação também foi corroborada por diversos jornais britânicos.
Futuro de Lewis Hamilton é alvo de rumores no paddock da F1 (Foto: Red Bull/Getty Images)

As especulações sobre o futuro de Hamilton começaram de forma mais intensa depois que Eddie Jordan, ex-proprietário de equipe da F1 e hoje comentarista de TV, revelou que a escuderia alemã, liderada por Ross Brawn, entrou na jogada para ter o inglês. O que se sabe é que os agentes do britânico, por meio da empresa XIX Entertainment, estão em negociação com a McLaren

Embora nada tenha sido definido, fontes da publicação inglesa garantiram que o acordo salarial não é mais um problema. Segundo a ‘Autosport’, a escuderia de Woking ofereceu a quantia de £ 11,5 milhões, ou aproximadamente R$ 40 mi, por temporada ao piloto. O valor supera o proposto pela Mercedes

O entrave, ainda segundo a revista, está nos acordos pessoais de patrocínio.  A McLaren possui diversos contratos com empresas como a Hugo Boss, que limitam os espaços para os pilotos. Porém, de acordo com as fontes da publicação, a equipe dirigida por Martin Whitmarsh estaria disposta a ter uma postura mais flexível com relação aos contratos, permitindo novos acordos.

A Mercedes, por outro lado, realiza também nesta terça-feira uma reunião em Stuttgart, de acordo com publicações alemãs, para decidir os próximos caminhos com relação ao futuro. No paddock em Cingapura, alguns rumores sugeriram que Niki Lauda, que desempenhou um papel fundamental junto à equipe alemã para a assinatura do Pacto da Concórdia, poderia também estar envolvido nas negociações entre o time prateado e Hamilton.

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube