McLaren confirma que segue sem patrocínio principal em 2018 por valor do nome: “Essa é nossa grande marca”

Para Zak Brown, diretor-executivo da McLaren, a equipe não precisa de um patrocinador principal, e sim de parceiras. Para ele, o nome da equipe é o grande valor de um time na F1

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Zak Brown, diretor-executivo da McLaren, confirmou nesta terça-feira, em entrevista à revista 'Autosport', que a equipe seguirá com o carro sem um patrocinador principal na temporada 2018 da F1.

Segundo Brown, não só não há necessidade em termos de dinheiro como para ele o mais importante é a valorização do nome da equipe.

"Teremos apenas parceiros majoritários. Podemos observar que na F1 ninguém se refere, quando diz o nome de uma equipe, também ao nome do patrocinador. Então não acho que isso tenha muito valor. Somos a McLaren, não a ABC McLaren", exemplificou o dirigente.

Não queremos vender o nome da equipe. Nosso nome é nossa grande marca", continuou.

Stoffel Vandoorne pilota a McLaren 2017 (Foto: McLaren)

A McLaren não tem um patrocinador principal desde 2013, quando a Vodafone possuía destaque nos carros da equipe.

Brown ainda aproveitou para cutucar outras categorias, como a Nascar, em que o nome de um patrocinador acaba recebendo tanto destaque quanto o do time: "Lá os pilotos são treinados para dizer 'gostaria de agradecer à Chandon Ford hoje…'. Isso não acontece na F1. temos que proteger nossa marca", completou.

Segundo o diretor, novos patrocinadores assinaram com a McLaren para 2018, mas ainda não podem ser anunciados. "E todos que ainda quiserem nos patrocinar são bem vindos", finalizou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube