F1

McLaren demite diretor-técnico após começo de ano abaixo das expectativas: “Queremos levar a equipe ao êxito”

Um dia antes do início dos trabalhos em Baku, visando o GPlocal no próximo domingo, a McLaren anunciou a demissão de Tim Goss, diretor-técnico da equipe, após um começo de temporada que não condiz com as promessas de melhora feitas desde 2017
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Tim Goss deixou a McLaren (Foto: Reprodução/Twitter)

A crise na McLaren parece estar longe de acabar: na tarde desta quinta-feira (26), a equipe anunciou a demissão de Tim Goss, diretor-técnico, após um começo de temporada abaixo das expectativas criadas desde 2017.

Tim Goss, 55 anos, estava na McLaren desde 1990, trabalhando em diversas funções técnicas dos chassis colocados na pista pela equipe. A informação de seu desligamento foi dada primeiramente pela 'BBC'.

Em nota oficial, a McLaren pouco disse, mas citou que está "revisando suas operações técnicas como parte do programa para levar novamente a equipe ao êxito."

"É um processo contínuo e preventivo que estuda vários fatores de toda a organização", resumiu a nota. Além disso, o time de Woking prometeu mais detalhes em "futuro próximo".
Tim Goss (Foto: Reprodução)
A demissão ocorre após um ano de promessas públicas de que a McLaren teria melhor rendimento do que nas últimas temporadas, em que vem sofrendo ao andar na parte de trás do grid.

Em 2018, o chassi da equipe, área em que Goss tinha papel fundamental, não comporta plenamente o motor Renault - e a equipe foi obrigada a firmar que apenas a partir do GP da Espanha terá o novo carro "de verdade" para a atual temporada.

Nas pistas, o rendimento também não compactua com a ideia da equipe de brigar com as três favoritas ao título: Ferrari, Mercedes e Red Bull. Além das reclamações constantes de que o carro não tem bom rendimento nas classificações, a equipe briga com a Renault pelo quarto posto (28 x 25 pontos após três corridas) e tem pontuado mais 'na sorte', com abandonos de carros que andavam à frente, do que por realmente ter ritmo suficiente para estar entre os primeiros.
MELHOR DA HISTÓRIA?

FORMA INCRÍVEL DE MÁRQUEZ LEVANTA DEBATE NO PADDOCK GP