F1

McLaren descarta retorno de Alonso e avisa: “Norris e Sainz são o futuro para nós”

Andreas Seidl, novo diretor-geral da McLaren, afirmou que Fernando Alonso segue vinculado à equipe, mas o futuro ainda está em discussão “com potenciais outros projetos”. Na F1, o foco está todo voltado a Carlos Sainz e Lando Norris, que viveram grande fim de semana em Paul Ricard

Grande Prêmio / Redação GP, de Sumaré
A McLaren viveu em Paul Ricard uma das suas melhores jornadas dos últimos anos na Fórmula 1. Lando Norris e Carlos Sainz mostraram toda a evolução da equipe, garantiram a terceira fila do GP da França e somaram pontos importantes, com o espanhol cruzando a linha de chegada na sexta colocação e o prodígio britânico em nono lugar no último domingo (23). O trabalho feito pela jovem dupla faz Andreas Seidl, novo diretor-geral da McLaren, deixar claro que Fernando Alonso não vai voltar a guiar um carro de F1 da escuderia de Woking.
 
Recentemente, Alonso, que venceu as 24 Horas de Le Mans há pouco mais de uma semana, disse que não fechou totalmente as portas para um retorno à F1, mas tal cenário está condicionado a “um carro vencedor de imediato”. O bicampeão descartou “projetos que comecem do zero”.
 
Mas a McLaren se mostra muito feliz com sua atual dupla de pilotos. E isso faz com que Alonso, no que diz respeito à Fórmula 1, seja página virada.
Lando Norris e Carlos Sainz viveram grande fim de semana com a McLaren na França (Foto: McLaren)
“Nós não temos planos de colocar Fernando de volta a um carro de F1 na McLaren. Estamos muito felizes com Lando e Carlos, eles estão fazendo um grande trabalho e são nosso futuro. Este também é o meu foco”, declarou o dirigente alemão em entrevista publicada pelo site britânico ‘Race Fans’.
 
A última aparição de Alonso com um carro de F1 foi no mês de abril deste ano. Na ocasião, o espanhol pilotou o MCL34 durante a sessão de testes coletivos promovida pela categoria no circuito de Sakhir, no Bahrein. 
 
Desde então, o bicampeão mundial voltou suas atenções para a fracassada jornada com a McLaren na Indy ao falhar no ‘Bump Day’ das 500 Milhas de Indianápolis, chegou a acelerar um Toyota Hilux do Rali Dakar e conquistou o título do Mundial de Endurance e novamente as 24 Horas de Le Mans há oito dias.
 
Seidl avisou que Alonso segue vinculado à McLaren e que outros projetos fora da F1 não estão descartados. Recentemente, Zak Brown indicou a possibilidade de entrar no Mundial de Endurance na esteira da adoção da regra dos hipercarros, que vai entrar em vigor a partir de setembro de 2020.
 
“Ele ainda é um membro da McLaren, um embaixador da McLaren. Acho que ainda está em discussão o que vai acontecer no futuro com potenciais outros projetos e aí vamos ver”, finalizou.
 

Paddockast #22
O que torna uma corrida de qualquer categoria legal? E chata?




Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.