McLaren pede equilíbrio no calendário da Fórmula 1 e 20 corridas: “Ideal”

Andreas Seidl falou sobre a entrada do Catar no calendário da Fórmula 1 e reiterou que o ideal é ter, no máximo, 20 corridas no ano, e pediu maior equilíbrio da FIA

F1 NO CATAR E MOTOGP NOS EUA. E O 2021 TRÁGICO DO MOTOCICLISMO | WGP

O anúncio da inclusão do Catar no calendário da Fórmula 1 em 2021 como prova substituta do GP da Austrália, em novembro, e entrada permanente na programação da categoria em 2023 com um contrato de 10 anos levantou questões sobre o excesso de corridas em um ano.

Para 2022, por exemplo, a Fórmula 1 terá a estreia em Miami e espera retornar para praças como Canadá e Japão. Na opinião de Andreas Seidl, chefe da equipe da McLaren, o calendário ideal é com, no máximo, 20 corridas. Com exceção de 2020, por conta da pandemia, isso não acontece desde 2017.

“Do nosso ponto de vista, pensamos que o calendário ideal é com 20 corridas. Talvez 15 etapas como eventos fixos e a possibilidade de rodar cinco praças ano por ano e explorar novos mercados ou novas pistas. E claro, é importante agendar estes 20 eventos de uma forma sustentável para nós e também ao meio ambiente”, declarou em entrevista reproduzida pelo site Motorsport Week.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Daniel Ricciardo em ação durante a classificação para o GP da Rússia (Foto: McLaren)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

O mandatário da equipe, atualmente a terceira colocada no Mundial de Construtores, também cobrou responsabilidade da FIA e do Liberty Media para encontrar o equilíbrio no calendário, que deve ser apresentado às equipes na próxima reunião do Conselho Mundial da FIA, prevista para outubro.

“No fim, é trabalho e responsabilidade do Stefano [Domenicali], e temos que confiar que ele vai encontrar o equilíbrio entre os interesses comerciais que temos como time e também para tomar conta de seu, nosso staff e da mídia. O mais importante é ter um bom diálogo com a F1 e a FIA”, completou.

A Fórmula 1 retorna no dia 10 de outubro com o GP da Turquia, no Istambul Park. Será a 16ª das 22 etapas da temporada 2021.

F1 CHEGA AO CATAR USANDO MOTOGP. PARCERIA ENTRE AS DUAS ESTÁ PRÓXIMA?

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar