McLaren fala em “domingo doloroso” no México: “Precisamos analisar e entender”

Andreas Seidl lamentou o domingo doloroso da McLaren no México, com Lando Norris abandonando e Carlos Sainz em 13º. Chefe de equipe afirmou que experiência foi importante para time aprender que ainda precisa de muito para se tornar um time de ponta novamente

O GP do México foi decepcionante para a McLaren. O time vinha em sequência de bom resultados e alinhou os carros de Carlos Sainz e Lando Norris na quarta fila, mas saiu do Autódromo Hermanos Rodríguez no último domingo (17) sem pontos na mala.
 
Carlos Sainz começou bem, mas se viu em ritmo péssimo após o primeiro pit-stop e foi apenas o 13º. Lando Norris também fazia prova promissora, mas um erro na hora da troca de pneus atrapalhou sua trajetória, ele posteriormente abandonou após andar em último e uma volta atrás por um bom tempo.
 
Andreas Seidl, chefe de equipe do time, lamentou o resultado ruim do time de Woking, e reforçou o desejo de estudar o ritmo ruim no domingo para entender os problemas que aconteceram.
Lando Norris (Foto: McLaren)
"Um domingo doloroso para nós depois de várias corridas boas. Primeiro, não tivemos ritmo com os pneus duros. É algo que precisamos analisar e entender, se foi relacionado com a temperatura da pista ou outra coisa. Tivemos duas boas largadas, o problema do pit-stop do Lando destruiu sua corrida. Decidimos parar o carro porque estávamos correndo com especificações no limite, não queríamos correr riscos", disse em entrevista ao site ‘Motorsport.com’.
 
Com 111 pontos, a McLaren ocupa a quarta posição no Mundial de Construtores. Para Seidl, o revés no domingo no México foi importante para o time entender o seu papel e trabalhar para dar um passo e brigar por pódios no futuro.
 
"Definitivamente, demos passos atrás em termos de ritmo. E foi a primeira vez em muito tempo que vimos um ritmo diferente no domingo comparado aos outros dias, precisamos analisar o problema. Várias oportunidades de aprender, e serve de aviso que ainda precisamos de muito para melhorar. Um dia como esse é parte do processo para o nosso time melhorar", completou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube