McLaren faz lista dos 50 melhores pilotos do time com Senna em primeiro e Häkkinen à frente de Prost

Em seu site oficial, a McLaren fez um top-50 dos pilotos que já defenderam o time em algum momento de sua história. Tricampeão e piloto que mais venceu pela equipe, Ayrton Senna ficou no topo da lista

Há algum tempo que, em seu site oficial, a McLaren começou a eleger os 50 melhores pilotos que já passaram pelo time. A lista, formulada pelo jornalista inglês Alan Henry, foi atualizada semanalmente com um novo piloto, e chegou ao fim com a divulgação do primeiro colocado: Ayrton Senna. O critério se baseou na importância que cada competidor teve para a McLaren.

O brasileiro, tricampeão mundial, é o piloto que mais venceu com a equipe de Woking. Foram 35 triunfos em 96 corridas disputadas entre 1988 e 1993, além das 46 pole-positions conquistadas e dois vices.

Ayrton Senna é o mais vitorioso piloto da história da McLaren (Foto: Divulgação)

A segunda posição ficou com o finlandês Mika Häkkinen, que defendeu a McLaren entre 1993 e 2001, conquistou dois títulos mundiais, 20 vitórias e 26 poles. Häkkinen deixou para trás Alain Prost, tricampeão com a McLaren. O francês ainda terminou duas vezes como vice-campeão, venceu 30 vezes e largou na primeira colocação em dez oportunidades, mas saiu pela porta dos fundos em meio à guerra que travou com Senna em 1989.

Renan do Couto: Häkkinen foi melhor que Prost na McLaren?

James Hunt foi apontado como o quarto melhor de todos, à frente de outro brasileiro, Emerson Fittipaldi. Emerson correu dois anos com o time, os dois primeiros da parceria com a Marlboro, e conquistou o Mundial de 1974.

O top-10 foi completado por Niki Lauda, Keke Rosberg, David Coulthard, Peter Revson e John Watson. Outros pilotos notáveis que estão na lista são Denny Hulme (11º), Gerhard Berger (14º), Juan Pablo Montoya (17º), Jody Schekter (18º), Gilles Villeneuve (21º), Jacky Ickx (29º), Nelson Piquet (40º), John Surtees (45º) e Nigel Mansell (48º).

Pilotos ainda em atividade na F1 não foram citados, por isso, Fernando Alonso, Lewis Hamilton e Jenson Button não foram incluídos. Kimi Räikkönen, no entanto, estava de fora da categoria quando a lista começou a ser publicada e foi colocado na 15ª posição. O fundador Bruce McLaren também não entrou na lista, apenas recebeu menção honrosa.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube