McLaren garante ter resolvido falhas de confiabilidade. E Alonso já avisa: “Austrália será primeiro desafio real”

Éric Boullier, diretor de corridas da McLaren, assegurou que a equipe britânica resolveu todos os problemas que assolaram o time durante a pré-temporada. Para o dirigente francês, a esquadra está pronta para extrair tudo do novo conjunto MCL33-Renault

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Diretor de corridas da McLaren, Éric Boullier garantiu que a equipe inglesa corrigiu todos os contratempos de confiabilidade vistos durante pré-temporada, realizada há pouco mais de uma semana, em Barcelona, na Espanha. A esquadra de Woking sofreu com falhas ao longo dos oito dias de testes, e o MCL33 se mostrou o carro mais problemático do grid até o momento. 

 
As atividades dos britânicos foram interrompidas por um problema com uma porca da roda, escapamento, falhas elétricas, hidraúlicas, vazamento de óleo, além de uma quebra do turbo, que exigiu uma troca de motor na segunda semana de trabalhos na Catalunha. Após a sessão, o carro voltou para a fábrica, onde foi devidamente inspecionado.
Fernando Alonso enfrentou muitos problemas ao longo da pré-temporada (Foto: LLuis Gene/AFP)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Agora, o dirigente francês assegurou que todos os contratempos foram revisados antes do embarque para a Austrália, onde a F1 dá início a temporada 2018 neste fim de semana. "Nós não tivemos a confiabilidade que esperávamos nos testes coletivos, mas todas as questões que enfrentamos já foram resolvidas na fábrica", afirmou Boullier em comunicado.

 
"Há uma enorme quantidade de trabalho nos bastidores para garantir que não deixemos nenhuma pedra em nossa busca para extrair o ritmo máximo do nosso pacote na primeira corrida do ano. Não esperamos que os milagres sejam resolvidos do dia para noite – longe disso. Mas o que sabemos é que vamos dar o nosso melhor neste fim de semana", completou.
 
A temporada 2018 será a primeira da inédita parceria entre McLaren e Renault. A equipe inglesa abriu mão do acordo com a Honda no ano passado por conta da falta de desempenho dos motores japoneses e agora aposta no vínculo com os franceses para voltar a brigar no topo da tabela. 
 
Por isso, Fernando Alonso já vê o GP australiano como o primeiro desafio real do conjunto MCL33-Renault. "A Austrália será o nosso primeiro desafio real, então temos de trabalhar duro durante todo o fim de semana para reunir todos os ingredientes. Ninguém pode prever como as outras equipes vão se comportar, e isso apenas contribui para a emoção", acrescentou o espanhol, dono do terceiro melhor na tabela geral da pré-temporada.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube