McLaren nega preocupação com pouca experiência de Pérez: "É um diamante que precisa ser lapidado"

A McLaren disse que não vê com preocupação o fato de Sergio Pérez ainda ter pouca experiência na F1 e ainda se envolver em incidentes. O mexicano vai substituir Lewis Hamilton na equipe inglesa em 2013

A McLaren insistiu em dizer que não há motivos para preocupação com Sergio Pérez, mesmo depois dos erros cometidos pelo piloto no GP do Japão, no último domingo. Foi a primeira corrida do mexicano depois de anúncio da contratação pela equipe de Woking. 

Porém, Pérez viveu um fim de semana tumultuado em Suzuka. Enquanto o companheiro de Sauber, Kamui Kobayashi, foi ao pódio, Sergio não completou a prova depois de se envolver em uma série de incidentes antes de abandonar após escapar da pista por conta de uma briga com Lewis Hamilton. 

Martin Whitmarsh, chefe da equipe inglesa, ainda minimizou os comentários sobre a falta de experiência de Pérez e disse que um dos trabalhos da McLaren em 2013 será o de aperfeiçoar o talento do piloto. "Foi interessante", disse o dirigente inglês, sobre a corrida do mexicano e a briga com Hamilton durante a prova. 

Pérez abandonou o GP em Suzuka no último domingo (Foto: Red Bull/Getty Images)

"Acho que a primeira ultrapassagem foi muito boa, mas a segunda nem tanto. De qualquer forma, queremos alguém que lute por posições, ande rápido e assuma riscos. Mas isso é como um diamante que precisa ser lapidado. E será um grande desafio para nós", completou o britânico.

Monisha Kaltenborn, diretora-executiva da Sauber, afirmou também que a equipe suíça está acostumada a ver seus pilotos se envolverem em incidentes, especialmente porque ainda são muito jovens. "Ele é um rapaz muito emotivo e nós sabemos disso. Mas você precisa deixá-los viver e tirar o máximo de proveito disso", concluiu.

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube