McLaren diz que pit-stop impediu Norris de brigar por pódio: “Devemos desculpas”

Andreas Seidl fez um balanço positivo do fim de semana de GP da Inglaterra e elogiou a atuação de Lando Norris e Daniel Ricciardo em Silverstone

Hamilton resiste após batida com Verstappen e vence GP da Inglaterra (Vídeo: Reuters)

A McLaren acredita que deve um pedido de desculpas a Lando Norris por causa de um problema no pit-stop no GP da Inglaterra. Na avaliação de Andreas Seidl, chefe da escuderia de Woking, o problema impediu o piloto britânico de lutar pelo pódio em Silverstone.

Norris estava em terceiro no momento da parada, mas um problema com uma porca acabou prolongando a parada. Assim, o piloto de 21 anos acabou em quarto, atrás de Lewis Hamilton, Charles Leclerc e Valtteri Bottas.

Norris terminou a corrida de casa na quarta colocação (Foto: McLaren)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Mesmo com o problema, porém, a avaliação geral de Seidl é de que a McLaren fez um bom trabalho na Inglaterra, tanto com Norris quanto com Daniel Ricciardo, que acabou a corrida na quinta colocação, o melhor resultado do australiano desde que se junto à equipe no início da temporada.

“Diante de um público fenomenal em Silverstone, com muitos dos nossos fãs e muito do nosso pessoal do MTC, saímos com muitos pontos na nossa batalha no Mundial de Construtores. Toda a equipe, nossos colegas do Mercedes HPP e os dois pilotos fizeram um trabalho incrível este fim de semana para se adaptarem às demandas desse novo formato sprint. Melhoramos sessão a sessão e deixamos o circuito depois de um dia muito bom”, avaliou Seidl.

Apesar da animação com o resultado em Silverstone, o dirigente avaliou que a McLaren deve um pedido de desculpas a Norris, já que o britânico sofreu com um pit-stop ruim.

“Temos de pedir desculpas a Lando por um problema com uma porca da roda no pit-stop que o tirou a chance de lutar pelo pódio”, reconheceu. “Ele estava guiando extremamente bem na quarta colocação, assim como Daniel, que deu um passo à frente com a quinta colocação, e resistiu a uma pressão implacável de Carlos [Sainz] por mais de metade da corrida”, apontou.

Por fim, o dirigente fez um balanço positivo do novo formato usado pela Fórmula 1 neste fim de semana.

“A Fórmula 1 e as equipes fizeram um grande trabalho com este novo formato, que se mostrou um grande show para todo mundo, tanto nas arquibancadas lotadas quanto em casa. Muitos dos nossos estavam nas arquibancadas neste fim de semana e realmente sentimos o apoio dos muitos fãs da McLaren”, declarou. “Temos muito a aprender com este fim de semana. Vamos analisá-lo profundamente para ver como podemos melhorar na próxima classificação sprint. Mas, primeiro, temos um fim de semana de folga para um descanso muito necessário para a equipe. Aí, temos a Hungria”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar