McLaren vê carro “além da expecativa” em curvas de baixa: “Não é mais fraqueza”

Depois de enfrentar muitos problemas com falta de aderência em curvas de baixa velocidade no passado, a McLaren gostou do desempenho em Miami e Mônaco. E o chefe Andrea Stella vê o carro mais equilibrado, inclusive para a disputa do GP do Canadá

Por muitos anos, a McLaren teve um grande problema na Fórmula 1: buscar aderência e eficiência aerodinâmica em curvas de baixa velocidade, sempre prevalecendo qualidades do carro em circuitos mais velozes. Agora, porém, o time parece ter encontrado um novo ritmo.

Em 2024, a McLaren conseguiu uma vitória em Miami, com Lando Norris, já com as atualizações no carro. Na ocasião, o time foi melhor nas curvas de alta, mas perdia para a rival Ferrari em termos de tração nas curvas de baixa.

Relacionadas


Corridas depois, em Mônaco, a dupla da McLaren conseguiu equilibrar a situação contra a escuderia italiana. Enquanto os carros vermelhos andavam bem nas retas do circuito de rua, os carros do time de Woking equilibravam a situação no hairpin e na chicane.

“Parece que o carro que levamos para Miami se comporta bem em curvas de baixa, quase além da nossa expectativa”, disse o chefe Andrea Stella.

McLaren conseguiu superar a Ferrari em curvas de baixa em Mônaco (Foto: McLaren)

Miami é dominada por baixa velocidade. Em Mônaco, o setor que mais sofremos foi o primeiro, de média para alta velocidade. Então, parece que a nossa competitividade está finalmente mudando, com as curvas de baixa não sendo mais uma clara fraqueza”, completou.

Agora a Fórmula 1 se encaminha para o GP do Canadá, em Montreal. A pista é conhecida por suas muitas retas e altas velocidades, apesar de algumas chicanes e o grampo feito em baixa velocidade. Lando Norris, no entanto, parece confiante apesar da variação de traçado com a última etapa.

“Nosso carro andou bem em diferentes tipos de circuitos, mas sei que podemos ter nosso trabalho reduzido no Canadá. Nossos rivais devem andar bem aqui”, destacou o britânico.

No ano passado, o Canadá foi a última corrida da McLaren antes das atualizações que melhoraram consideravelmente o bólido. Na ocasião, com dificuldades, o time ficou com os dois carros fora da zona de pontuação.

O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e EM TEMPO REAL todas as atividades do GP do Canadá de Fórmula 1 e transmite classificação e corrida em segunda tela, em parceria com a Voz do Esporte, na GPTV, o canal do GP no Youtube. Além disso, debate tudo que aconteceu na pista com o Briefing após classificação e corrida. Na sexta-feira (7), o TL1 está marcado para as 14h30 (de Brasília, GMT-3), enquanto o  TL2 encerra o dia às 18h. No sábado, o TL3 abre as atividades às 13h30, ao passo que a classificação está marcada para as 17h. Por fim, a largada está marcada para as 15h do domingo.

 Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
 Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.