“Me chamou de idiota”: Chefe da Mercedes se diverte e sorri com melhora e bom humor de Lauda

Toto Wolff acredita que Niki Lauda está no caminho certo para a recuperação. Visitando o austríaco após o transplante de pulmão ao qual foi submetido, o dirigente ressaltou que o tricampeão segue o mesmo, já que o chamou de idiota durante a visita

Niki Lauda não perdeu sua essência nem mesmo após os tantos problemas de saúde que passou recentemente. Em entrevista ao canal RTL, Toto Wolff contou que, quando foi visitar o austríaco, até mesmo foi chamado de ‘idiota’.
 
Há cerca de um mês e meio, o tricampeão foi submetido a um transplante de pulmão. Desde então, segue internado para seguir com o tratamento e para treinar a respiração com o novo órgão que recebeu. Atualmente, está no Hospital Geral de Viena.
 
Por conta do problema, Niki não pôde mais viajar para acompanhar o restante das etapas da temporada da F1. Recentemente, o chefe da Mercedes foi visitar o tricampeão e ressaltou seu habitual bom humor.
Niki Lauda (Foto: Getty Images)

“Estava preocupado em vê-lo após a grande operação que passou. Entrei e a primeira coisa que ele fez foi sorrir. Pensei que deveria seguir de onde paramos e falei ‘você parecia melhor’. Então ele me chamou de idiota e ali soube que Niki está no caminho certo”, comentou.
 

“Não há absolutamente nenhuma diferença com o Niki do passado, não perdeu seu senso de humor”, completou.
 
“A vida se trata de lidar com qualquer contratempo, não há apenas dias bons, mas Niki está nas melhores mãos no Hospital Geral de Viena, está muito satisfeito com a atenção médica. Toda a equipe é competente e amável”, encerrou.
 
Todos os boletins médicos sobre o estado de Lauda são animadores. O último, liberado no final de agosto, dizia que o austríaco já respirava sem ajuda de aparelhos e que participava ativamente da fisioterapia.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube