“Mentalmente mais forte”, Hamilton encara GP da Hungria com motivação em alta: “Renovado, poderoso e confiante”

A vitória no último GP da Inglaterra fez bem demais a Lewis Hamilton. Além de triunfar diante dos seus fãs, o britânico reduziu para apenas um ponto a vantagem de Nico Rosberg na liderança da temporada. Uma diferença que já chegou a 43 pontos após o GP da Espanha praticamente virou pó. Agora Lewis quer aproveitar o grande momento para voltar a subir no topo do pódio em Hungaroring, onde já triunfou quatro vezes

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Lewis Hamilton vem emendando uma sequência excepcional de resultados desde o GP de Mônaco, quando enfim começou seu renascimento no campeonato. Até então, o britânico estava nada menos que 43 pontos atrás de Nico Rosberg. Mas quando muitos já davam como perdidas as suas chances de chegar ao tetra, eis que Lewis ressurgiu como uma fênix e emendou quatro vitórias nas últimas cinco corridas. Assim, a diferença virou pó e caiu para apenas um ponto, com Rosberg ainda à frente, com 168 pontos.
 
Na visão de Hamilton, a reação é prova de sua mentalidade mais forte e capaz a resistir a momentos difíceis e dar a volta por cima quando necessário. Tudo isso se mostrou ainda mais nítido com a vitória em Silverstone, na décima etapa da temporada, em 10 de julho. O triunfo diante dos seus fãs encheu Hamilton de ainda mais motivação para lutar pelo tetra.

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Com a motivação lá no alto após vencer em casa, Hamilton agora parte para aniquilar Rosberg (Foto: Getty Images)
A próxima etapa da temporada, o GP da Hungria, neste fim de semana, representa mais uma chance para Hamilton aplicar outro golpe em Rosberg, praticamente nas cordas depois de ver a larga diferença se despedaçar depois do GP de Mônaco.
 
“É uma sensação incrível, vencer diante dos seus fãs. Eu ainda me pego pensando nisso até agora e estou ansioso para trazer essas vibrações positivas para o próximo fim de semana de corrida. Mesmo desde o incidente em Barcelona eu venho conseguido cultivar uma mentalidade mais forte e estou sentindo dentro de mim esta chama até agora”, declarou o britânico em prévia divulgada pela Mercedes.
 
“Claro, tenho dias bons e dias ruins, como todo mundo. Mas, ainda que seja o caso, eu consigo dar a volta por cima quando isso conta. Estou me sentindo renovado, poderoso e confiante indo para a Hungria”, declarou.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Hamilton tem um grande histórico na Hungria e venceu quatro vezes a corrida: em 2007, 2008, 2012 e 2013. Mas nos anos de domínio da Mercedes, a partir de 2014, Lewis vem sofrendo com o azar e ainda não subiu no topo do pódio. Curiosamente, nesses dois últimos anos, a Mercedes não levou: Daniel Ricciardo venceu em 2014 e Sebastian Vettel, com a Ferrari, no ano passado.

 
Mas o britânico entende que é chegada a hora de mudar a escrita. “Esta é uma pista que, por algum motivo, sempre se adequou ao meu estilo e eu tenho um apoio incrível lá, então mal posso esperar para estar na pista. Nos dois últimos anos eu não tive finais de semana fáceis em Budapeste, claro. Mas sei que tenho ritmo, então estou indo pra lá para mudar a história desta vez”, concluiu.
PADDOCK GP #37 ABORDA FIM DE SEMANA INTENSO NO ESPORTE A MOTOR

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube