Mercedes alerta para Red Bull Honda em 2020: “A ameaça vai aumentar”

Toto Wolff analisou o que foi a temporada 2019 da F1 e considera que o fundamental foi que a equipe prateada não cometeu erros no momento decisivo, diferente das rivais. Mas o austríaco olha para a frente e vê a Red Bull, com a Honda, como grande ameaça à Mercedes na próxima temporada

A Mercedes fechou, pela sexta vez consecutiva, a temporada da F1 como a grande força do Mundial de Pilotos e de Construtores. Sem adversários desde o início da era híbrida, em 2014, a escuderia prateada alcançou o hexacampeonato mundial. Entretanto, Toto Wolff não se deixa iludir com a superioridade alcançada durante boa parte do ano e aposta: o sarrafo vai aumentar, e vai ser ainda mais difícil dominar a F1 em 2020.

 
Na visão do dirigente austríaco, é preciso prestar atenção para o crescimento da Red Bull que, ao lado da Honda, alcançou três vitórias e colocou Max Verstappen em terceiro no Mundial de Pilotos, só atrás de Lewis Hamilton e Valtteri Bottas, da Mercedes. 
O chefe da Mercedes alertou para a força da Red Bull em 2020 (Foto: Red Bull Content Pool)
Definitivamente, a ameaça vai aumentar. Você pode ver o quão rápido é a Red Bull agora e o quanto melhoraram a Honda e a Ferrari”, observou o dirigente em entrevista ao site oficial da F1.
 
Wolff fez uma análise do que foi a temporada 2019 para a Mercedes. Um ano muito difícil sobretudo por conta da perda de um grande símbolo da equipe. “A coisa mais entristecedora da temporada foi, obviamente, a morte de Niki [Lauda]”.
 
“Do ponto de vista da performance, dividiria a temporada em três. No começo, fomos muito bem, fomos muito competitivos. Então, depois do verão, não. Depois nos recuperamos e não erramos. Nossos rivais, sim. E foi isso que nos fez conseguir o título”, analisou.

Paddockast # 44
RETROSPECTIVA 2019: MUITO QUE BEM, MUITO QUE MAL

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube