F1

Mercedes deixa festa do penta para trás e busca vitória em Abu Dhabi para dar “espetáculo aos fãs”

A meta da Mercedes é fechar a temporada que consagrou a equipe como pentacampeã mundial no topo do pódio. O GP de Abu Dhabi é a chance de fechar 2018 com chave de ouro. “Ao mesmo tempo, estamos buscando melhorar em 2019”, afirmou Toto Wolff
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
 Toto Wolff (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

O GP de Abu Dhabi marca o desfecho de uma temporada histórica para a Mercedes. A escuderia chefiada por Toto Wolff completou mais um ano no topo da F1 com as conquistas dos títulos do Mundial de Construtores e também do Mundial de Pilotos, pelas mãos de Lewis Hamilton. Assim, o time de Brackley sacramentou de vez a dinastia prateada, sendo imbatível desde o início da nova ‘Era Turbo’, em 2014.
 
Mas nem mesmo a conquista antecipada dos títulos faz a Mercedes relaxar. Não há comodismo para a equipe anglo-alemã às vésperas da derradeira prova do campeonato. Em Yas Marina, Wolff tem claro o objetivo para o fim de semana: fechar a temporada com chave de ouro e no topo do pódio.
Campeã de tudo, a Mercedes busca fechar 2018 com chave de ouro em Abu Dhabi (Foto: Mercedes)
“Os festejos em Brixworth e Brackley na semana passada foram uma experiência espetacular. Conquistar o quinto título mundial consecutivo e em dobro é algo que pouca gente conseguiu antes, é incrível e curtimos este momento. Ao mesmo tempo, estamos buscando melhorar em 2019”, salientou o dirigente austríaco em prévia divulgada pela equipe.
 
Para Wolff, 2019 começa já neste fim de semana tendo como meta o impulso que uma vitória pode trazer com os funcionários a caminho das férias de inverno, tempo de descanso, mas também de preparação visando a defesa dos títulos no ano que vem.
 
“Agora estamos pensando na corrida que nos resta em 2018 e queremos oferecer um grande espetáculo aos fãs que torceram por nós durante a temporada, seja na pista, em frente à televisão ou nas redes sociais. O campeonato acabou e isso tira muita pressão de nós, de modo que temos uma corrida para irmos com tudo”, afirmou.
 
Wolff, contudo, mantém o discurso de respeito às grandes rivais da Mercedes e acredita que, assim como foi em Interlagos há duas semanas, Abu Dhabi vai representar uma grande batalha pela vitória. “Vai ser uma batalha feroz porque tanto a Red Bull quanto a Ferrari têm o mesmo objetivo de aproveitar este grande momento a caminho do inverno”, concluiu.