Mercedes fala em aproveitar período de menos corridas para negociar com Hamilton

Após a maratona de corridas da Fórmula 1 na primeira parte da temporada, a Mercedes espera encontrar espaço no calendário para negociar a renovação do hexacampeão Lewis Hamilton. Apesar disso, a equipe não mostra pressa para fazer o anúncio do novo contrato

Oficialmente, a Mercedes ainda não definiu o futuro de Lewis Hamilton. Por isso, a equipe pretende usar o espaço entre corridas a partir do GP da Toscana para conversar com o piloto britânico sobre a renovação do acordo.

Em Silverstone, no mês passado, Toto Wolff, chefe da equipe, disse que um acerto com Hamilton não era “um grande esforço” e que permanecia relaxado sobre o futuro do hexacampeão na Mercedes.

Já em Mugello, na última sexta-feira (11), o dirigente austríaco disse que o apertado calendário nas primeiras etapas de 2020 travaram as conversas com Hamilton e que as negociações devem caminhar após o GP da Toscana, quando a categoria terá maior espaço entre as provas.

O GP da Toscana é a nona corrida da Fórmula 1 nos últimos 11 finais de semana. Nas próximas semanas, no entanto, a categoria vai realizar apenas duas etapas antes de seguir para a parte decisiva do campeonato.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Lewis Hamilton é o atual líder da temporada 2020 da F1 (Foto: Mercedes)

“É um trabalho em andamento e não quero me comprometer com datas específicas. Estamos indo muito bem, mas quando chegamos em detalhes, não há tempo suficiente para isso. Com uma corrida atrás da outra, não queremos nos distrair com papo de contratos. Com maior distância entre as provas, como a próxima, vamos avançar a um ponto satisfatório. Mas não sei quando será anunciado”, afirmou Wolff.

Hamilton está na Mercedes desde 2013. Pela equipe, conquistou cinco de seus seis títulos mundiais e ajudou a equipe a vencer seis títulos mundiais de construtores consecutivos. Em 2020, além de liderar o campeonato, o britânico também está próximo de superar o recorde de Michael Schumacher e tornar-se o maior vencedor da história da Fórmula 1.

A Fórmula 1 volta a acelerar logo mais, a partir de 10h (de Brasília), para o treino classificatório que vai definir o grid de largada do primeiro GP da Toscana da história da categoria. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube