Mercedes faz acordo com McLaren, se reforça e antecipa chegada de Lowe para 3 de junho

Antigo diretor-técnico da McLaren, Paddy Lowe foi liberado pela equipe de Woking e iniciará seu trabalho como diretor-executivo da área técnica da Mercedes a partir de 3 de junho, trabalhando ao lado de Ross Brawn e Toto Wolff, diretor-executivo da escuderia prateada


Paddy Lowe é o novo reforço da Mercedes e chega a Brackley para ajudar a escuderia anglo-alemã a cumprir com o objetivo de alcançar o topo da F1. Aos 51 anos, o antigo diretor-técnico da McLaren — na equipe desde 1993 — foi beneficiado por um acordo entre seu ex-time e a Mercedes, que conseguiu sua liberação já na metade do ano. Assim, o britânico, que ficaria vinculado a Woking até o fim de 2013, começa a trabalhar na nova equipe em 3 de junho como diretor-executivo da área técnica. A Mercedes oficializou a vinda de Lowe na manhã desta segunda-feira (20).

A chegada de Paddy à Mercedes reforça a ambição do time e o trabalho de longo prazo na F1. Isso porque a escuderia está focada não apenas em melhorar o desempenho do W04, mas também em construir um carro forte para as próximas temporadas, quando a categoria viverá uma revolução técnica, a partir de 2014. A equipe considera fundamental a vinda de Lowe, um dos responsáveis pelos carros vencedores da McLaren nos últimos anos.
Ex-McLaren, Paddy Lowe é o novo reforço da Mercedes (Foto: McLaren)

“Paddy vai fortalecer a Mercedes no papel de diretor-executivo técnico e vai trabalhar junto com o chefe de equipe, Ross Brawn, o diretor-executivo de negócios, Toto Wolff, e a gestão técnica da equipe. Como chefe de equipe, Ross Brawn vai acumular a responsabilidade geral para assuntos técnicos e desportivos”, disse o comunicado.

Apontado por parte da imprensa britânica como possível sucessor de Ross Brawn, Lowe comemorou sua chegada à Mercedes e destacou os novos desafios à frente da equipe de Brackley. “A equipe já produziu provavelmente o carro mais rápido da temporada de 2013, enquanto os desafios técnicos do novo regulamento para 2014 vão nos dar a oportunidade de maximizar as sinergias disponíveis em um construtor. Este é o desafio e estou empolgado. Estou ansioso para ter muito sucesso junto pelos próximos anos”, comentou.

Vencedor tanto na Ferrari como em sua própria equipe, Ross Brawn ‘estendeu o tapete vermelho’ para Lowe. “Estou satisfeito por dar as boas-vindas a Paddy à equipe e começar a trabalhar junto com ele. Ele tem um grande retrospecto de sucesso no esporte e seria um trunfo para qualquer um dos nossos rivais no pit-lane.”

Brawn falou que a Mercedes, bem como as grandes equipes do grid, trabalham em várias frentes: tanto no carro desta temporada quanto no projeto de 2014. “Não é segredo que cada equipe está buscando equilibrar as ações entre este ano e o próximo. Mas, talvez seja menos óbvio que teremos grandes mudanças para as temporadas de 2015 e 2016, como o desenvolvimento de uma nova geração de carros”.

“Para corresponder em tais circunstâncias, uma equipe bem-sucedida precisa de um plantel forte o bastante. A chegada de Paddy vai fortalecer ainda mais nossa organização e nos colocará em uma forte posição para o futuro”, encerrou o chefe da Mercedes.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube