Mercedes ganha duelo contra McLaren e anuncia contratação de Hamilton por três temporadas

A Mercedes ganhou o duelo contra a McLaren e assinou um contrato de três temporadas com Lewis Hamilton, que entra no lugar de Michael Schumacher para ser companheiro de equipe de Sergio Pérez

Foi ainda na noite de quinta-feira (27) que a informação sobre a decisão de Lewis Hamilton em trocar a McLaren, com quem tinha o vínculo de uma vida, pela Mercedes tomou forma e data para ser anunciada. E a confirmação veio nesta sexta-feira pela manhã. O inglês de 27 anos resolveu mesmo mudar de ares e, partir de 2013, vai defender os prateados em um acordo de três temporadas.  Lewis terá como companheiro de equipe o alemão Nico Rosberg. 

A escolha de Hamilton significa também que Michael Schumacher pode ter de deixar a F1 pela segunda vez na carreira, ainda que alguns rumores o coloquem na Sauber, no lugar de Sergio Pérez, anunciado há pouco para o lugar deixado por Hamilton na McLaren. A Mercedes não se pronunciou sobre o destino do heptacampeão. 

Segundo informações da imprensa inglesa, o acordo entre o britânico e a esquadra germânica gira em torno de £ 60 milhões (algo acima de R$ 200 mi) pelos três anos de contrato. As especulações sobre a saída de Hamilton do time comandado por Martin Whitmarsh começaram no início de setembro, pouco antes do GP da Itália, quando Eddie Jordan, ex-proprietário de equipe na F1 e hoje comentarista de TV, cravou a transferência do inglês. 

Hamilton vai defender a Mercedes em 2013 e terá como companheiro Nico Rosberg (Foto: McLaren)

De lá pra cá, Lewis se fechou e disse que não faria comentário algum sobre seu futuro. Pelos lados da McLaren, o discurso era de confiança na permanência do piloto. As especulações ainda davam conta de que a equipe de Woking, inclusive, havia ampliado a oferta financeira a Hamilton, na tentativa de convencê-lo a ficar. Entretanto, parece que a investida do time não foi suficiente. Enquanto Lewis decidiu sair, a McLaren optou pelo mexicano Pérez.

No comunicado da Mercedes, Hamilton afirmou que era hora de um "novo desafio". O inglês estava na McLaren desde sua estreia na F1, em 2007, e foi pela equipe inglesa que conquistou seu único título mundial, um ano depois.

"Agora é hora de assumir um novo desafio e estou muito animado para começar um novo capitulo na minha carreira na F1 com a equipe Mercedes", afirmou o piloto de 27 anos. "A Mercedes possui uma história incrível no automobilismo, juntamente com a paixão de vencer, que é algo que eu compartilho também. Juntos, podemos crescer e enfrentar esse novo desafio. Acredito que posso ajudar as Flechas de Prata a alcançar o topo e conquistar um campeonato mundial", completou.

Ross Brawn, chefe da equipe alemã, se disse contente com o acordo do piloto e afirmou que a contratação do inglês apenas confirma o comprometimento da equipe com a F1. "Estou muito contente em receber Lewis Hamilton em nossa equipe", disse o inglês.

"A chegada de um piloto com o calibre de Lewis é uma prova do quanto a Mercedes está comprometida com a F1. Além disso, me orgulho de ver que Lewis também compartilha da nossa visão e da nossa ambição com relaca ao sucesso das Flechas de Pratas. Acho que a combinação entre Lewis e Nico será emocionante e estou ansioso para ver isso", concluiu o engenheiro britânico.

Hamilton encerra vínculo com McLaren marcado por estreia badalada, título mundial e muitas polêmicas

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube