Mercedes garante hepta de Construtores em Ímola e quebra recorde da Ferrari

Sete títulos seguidos de Construtores não é pouca coisa. A Mercedes garantiu tal feito no GP da Emília-Romanha, oficialmente superando recorde antes pertencente à Ferrari

A matemática já confirmou: com os resultados no GP da Emília-Romanha deste domingo (1°), a Mercedes se tornou heptacampeã do Mundial de Construtores da Fórmula 1. A Red Bull, única rival ainda com chances matemáticas de levar a briga adiante, está oficialmente fora do páreo e permitiu festa antecipada da escuderia alemã.

Lewis Hamilton e Valtteri Bottas fizeram dobradinha em Ímola, enquanto os carros da Red Bull sequer pontuaram. Alexander Albon foi 15º e Max Verstappen abandonou após um estouro de pneu.

A conquista antecipada, com quatro corridas restando, nem surpreende. O domínio da Mercedes foi ainda mais amplo em 2020, com a equipe se tornando quase imbatível tanto em classificação quanto em corrida. Depois de anos em que a Ferrari representou ao menos alguma forma de desafio, o caminho ficou livre para seguir escrevendo história.

O sétimo título deixa a Mercedes em uma posição única: nunca antes na história da F1 uma equipe foi heptacampeã de forma consecutiva. O recorde anterior era justamente da Ferrari, que encaixou seis seguidos entre 1999 e 2004.

A Mercedes segue sem rivais na F1 (Foto: AFP)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Só que os feitos da Mercedes não se restringem apenas ao Mundial de Construtores. O título iminente de Lewis Hamilton vai confirmar 100% de aproveitamento da escuderia alemã nos dois campeonatos da F1 de 2014 para cá. Só a Ferrari conseguiu algo parecido, varrendo as temporadas por cinco anos seguidos, entre 2000 e 2004.

Com o regulamento técnico da F1 evitando grandes mudanças para 2021, a Mercedes já fica em boa posição para dominar o esporte pelo oitavo ano seguido. Red Bull e Ferrari prometem evolução, mas a grande aposta em uma reviravolta na divisão de forças da F1 fica para 2022.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube