Mercedes lamenta opção por capacetes pretos e sem marcação em teste secreto e reitera inocência

A Mercedes lamentou o uso por parte dos pilotos de capacetes pretos e sem marcação durante o teste secreto realizado em conjunto com a Pirelli em Barcelona. A equipe voltou a alegar inocência

No foco dos holofotes nesta quinta-feira (20) e diante do Tribunal Internacional da FIA, a Mercedes lamentou a forma como o teste realizado em conjunto com a Pirelli tomou um ar de segredo, especialmente por conta do uso por parte dos dois pilotos titulares de capacetes com pinturas negras.

A equipe alemã, por meio do advogado Paul Harris, admitiu ainda que houve elementos no episódio que gostaria de ter mudado e disse que Lewis Hamilton e Nico Rosberg usaram os capacetes sem marcação para evitar problemas de segurança com os fãs, e que isso foi um erro, porque ajudou a criar uma imagem de algo suspeito.

Pilotos usaram capacetes pretos no teste secreto com a Pirelli (Foto: Getty Images)

"Nós lamentamos o uso por parte de nossos pilotos dos capacetes pretos. Lamentamos e pedimos desculpas", afirmou Harris. "Nós podemos ver agora, com o benefício da retrospectiva, como as equipes podem ter visto o teste como suspeito. Nós tivemos as nossas razões, principalmente motivadas pela da falta de segurança, e reconhecemos que isso despertou suspeitas sobre o teste, o que é lamentável", completou.

A Mercedes também alegou inocência no caso, afirmando que o uso do carro de 2013 não foi uma violação das regras, porque o teste foi conduzido pela Pirelli. E reiterou que o regulamento fala sobre o contrato entre a fornecedora italiana e a FIA e que permite testes privados de 1.000 km com as equipes.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube