Mercedes promete “ataque máximo” à Red Bull em rodada dupla na Áustria

Com três derrotas seguidas no cartel, a Mercedes quer dar um basta aos revezes e planeja ir com tudo para cima da Red Bull na rodada dupla em solo austríaco, na casa dos taurinos, o Red Bull Ring

Abu Dhabi revelou as mudanças no circuito de Yas Marina já a partir de 2021 (Vídeo: Reprodução)

Em uma situação incomum de desvantagem após sofrer três derrotas consecutivas, perder a liderança do Mundial e ver a Red Bull assumir o posto de equipe dominante na F1, a Mercedes quer dar o troco. Se é verdade que a equipe anglo-alemã sentiu os duros golpes e está nas cordas, também é verdade que a Mercedes ainda não foi à nocaute. Por isso, os comandados de Toto Wolff planejam o contragolpe com um toque especial: derrotar a Red Bull na sua casa, o Red Bull Ring, sede dos GPs da Estíria e da Áustria, as próximas duas etapas do Mundial de Fórmula 1 nos próximos dois finais de semana.

Apesar de ser conhecimento da equipe de Brackley que o circuito austríaco é peculiar e pode jogar contra a Mercedes, o projeto para renascer no campeonato é claro e passa diretamente por triunfos no Red Bull Ring. Por isso, Wolff já tem claro que a única estratégia para o fim de semana é partir para o ataque no território inimigo.

“A Áustria tem sido um circuito complicado para nós nas últimas temporadas, mas fomos bem lá no ano passado Sabemos que a situação é muito diferente este ano, é difícil. É uma volta muito rápida em um circuito curto, com poucas oportunidades para ganhar tempo. As diferenças serão apertadas, então partiremos para o ataque máximo”, prometeu Toto, que é austríaco de nascimento.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

A Mercedes planeja dar um basta ao domínio taurino, e a meta é vencer a rival no Red Bull Ring (Foto: Red Bull Pool Content/ Getty Images)

“Agora, o foco é total em trazer todas as melhorias para a rodada dupla na Áustria, onde esperamos trazer a boa fase para nosso lado”, complementou.

Em uma situação igualmente incomum nos últimos anos, o vice-líder do Mundial de Pilotos, Lewis Hamilton, apontou as dificuldades do circuito, mas com um tom esperançoso, projetou maximizar todas as áreas da Mercedes para se igualar à Red Bull e voltar a triunfar após os seguidos revezes. A última vez que o heptacampeão subiu ao pódio nesta temporada foi no GP da Espanha, há mais de um mês, ou três corridas, portanto.

“É um circuito que demanda muita potência, com as longuíssimas retas, então podemos ver algo similar a isso neste fim de semana. Talvez se maximizarmos absolutamente tudo que conseguirmos, podemos ser tão bons quanto eles”, projetou o dono do carro #44 ao falar sobre a rival Red Bull.

Do lado dominante, na crista da onda, o líder do Mundial de Pilotos, Max Verstappen, projetou uma disputa acirrada para a rodada dupla no Red Bull Ring e apontou que as mudanças climáticas podem alterar o destino das provas. Há previsão de chuva para todo o fim de semana do GP da Estíria.

“Temos novamente de acertar bem o carro e ler de forma correta as condições. Não sei como será o clima, estamos de olho nisso. Tenho certeza que será apertado novamente”, afirmou o holandês.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar