Mesmo com abandono em Monza, Vettel afirma que tricampeonato ainda é possível

Sebastian Vettel afirmou que não está preocupado com o abandono no GP da Itália. Christian Horner, por sua vez, deu a entender que as falhas em Monza foram culpa do motor Renault, menos potente que os rivais

O GP da Itália foi mais uma decepção nas pretensões de tricampeonato de Sebastian Vettel. Com um problema no alternador, o piloto da Red Bull abandonou a corrida deste domingo (9) e viu Fernando Alonso disparar na classificação do Mundial. Apesar disso, o alemão se mostrou tranquilo com o restante da temporada e afirmou que ainda está na briga pelo título.

“Nada mudou. Esse não foi um bom resultado para nós. Não terminamos a corrida, e isso não nos ajudou. Precisamos melhorar o carro. Podemos ver que não temos desempenho e estamos em uma boa posição para terminar apenas em quarto ou quinto”, declarou.

Sebastian Vettel voltou a ter uma quebra no alternador da Red Bull (Foto: Red Bull/ Clive Mason/Getty Images)

O chefe de equipe da Red Bull, Christian Horner, concordou com o piloto. O dirigente afirmou que a tarefa ficou mais difícil, mas a taça ainda é possível. “A montanha ficou mais alta, mas nossos dois pilotos ainda estão na briga. Ainda lideramos o Mundial de Construtores por 19 pontos e, faltando sete corridas para o final, precisamos nos assegurar de que faremos o máximo possível”, disse.

“Nós devemos ser mais competitivos em Cingapura, mas, como vimos em 2012, não há garantias”, acrescentou Horner, otimista em reverter o péssimo resultado da Itália já na próxima etapa, no circuito de rua de Marina Bay.

Ainda falando sobre o desempenho abaixo do esperado em Monza, o chefe da Red Bull deu a entender que o problema foi a falta de potência do motor Renault. “Com a volta que Vettel conseguiu no treino classificatório, ele fez o máximo possível. Você só precisa olhar os dados para ver onde perdemos tempo”, disse.

Horner, por fim, também reclamou das seguidas quebras de Vettel. O alemão já havia deixado o GP da Europa, em Valência, por causa de uma falha no alternador, o que se repetiu neste final de semana.

“Ainda há muitas corridas até o final, e nós somos uma equipe forte. Nós precisamos nos assegurar de que não vamos repetir nossos erros. Essa é a coisa mais frustrante. Se você tem um problema, o mais importante é aprender com isso, então repetir um erro é algo frustrante”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube