Mesmo com “pior qualidade de vida” durante pandemia, Sette Câmara tenta manter rotina

Sérgio Sette Câmara já deveria cumprir atividades na Super Formula, onde é titular, e na F1, onde é reserva da Red Bull. Só que a pandemia do coronavírus transforma o momento em uma grande espera, com até mesmo treinamentos prejudicados


Ninguém tem vida fácil em dias de pandemia. Com o coronavírus forçando grande parcela da população mundial a ficar em casa, muitos hábitos do cotidiano precisaram de reajustes. Isso vale para pessoas normais, mas também para atletas de alto nível: Sérgio Sette Câmara, na expectativa de competir na Super Formula e de cumprir atividades de piloto reserva da Red Bull na Fórmula 1, lamenta não poder mais levar a vida como levava até poucas semanas atrás.
 
O brasileiro se disse afetado pelo Covid-19, já que sair para treinar e se manter em forma se tornou algo difícil. Entretanto, o objetivo ainda é manter a vida tão normal quanto possível.
 
"Afeta [a rotina] porque a maioria das coisas está fechada”, disse Sette Câmara, entrevistado com exclusividade pelo GRANDE PRÊMIO. “Até para ir para a academia, ter uma vida normal, saudável… A qualidade de vida de todos nós piorou um pouco. É nessas horas que a gente percebe como é privilegiado. Comparando com outras gerações, perceber como nossa vida é fácil para algumas coisas. A comodidade que existe hoje em dia, mas basta bater uma crise dessas e o mundo para de girar. A gente começa a dar mais valor para as coisas pequenas”, ponderou.
Sérgio Sette Câmara tenta manter rotina durante pandemia, mas reconhece obstáculos (Foto: FIA F2)
Paddockast #55
Um bate-papo com… RUBENS BARRICHELLO

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM


“Até ir para a academia, o bar que você quer, está tudo fechado. Fica tudo difícil, é um momento difícil, e não só para o automobilismo. É difícil para todo mundo no planeta. Mas faz parte. Eu particularmente tento ter a vida mais normal possível, seguir preparado fisicamente se surgir uma oportunidade, se as coisas melhorarem rapidamente, e é isso", seguiu.
 
A Covid-19 paralisou o esporte a motor, com a grande maioria dos eventos do primeiro semestre cancelados ou adiados. Até mesmo campeonatos poderosos, como F1, MotoGP e Indy parecem destinados a dar o pontapé inicial para suas temporadas por volta de junho.
COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS:
 

☞ Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
☞ Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
☞ Evite aglomerações se estiver doente.
☞ Mantenha os ambientes bem ventilados.
☞ Não compartilhe objetos pessoais.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube