Mesmo doente, Pérez reclama da Sauber por tirá-lo do primeiro treino livre na Índia: “Já pilotei pior”

O piloto mexicano ficou bastante indignado por ter ficado de fora da primeira atividade válida pelo GP da Índia. Acertado com a McLaren, Pérez viu seu compatriota, Esteban Gutiérrez, andar bem no treino da manhã no circuito de Buddh

A Sauber alegou que Sergio Pérez não estava 100% para disputar o primeiro treino livre para o GP da Índia e Esteban Gutiérrez acabou indo para pista. E o mexicano, cotado para assumir a vaga do compatriota na equipe na próxima temporada, acabou terminando a sessão à frente de Kamui Kobayashi.

Porém a decisão não agradou a Pérez, que confessou que estava bem o suficiente para treinar. Ele também reclamou por ter perdido a primeira das três atividades livres no circuito de Buddh.

Pérez não gostou de ficar de fora da primeira sessão de treinos livres na Índia (Foto: Red Bull/Getty Images)

"Estou satisfeito que eles estejam tão preocupados comigo", disse o piloto à rede de TV argentina ‘Fox’. “É óbvio que não estou 100%, mas eu já pilotei em pior forma. Não havia razão para não pilotar hoje. Eu estava pronto”, continuou Pérez, já acertado com a McLaren para ser o companheiro de Jenson Button na próxima temporada.

Apesar de elogiar o desempenho de Gutiérrez, Pérez voltou a reclamar da decisão da equipe em deixá-lo de fora do treino e disse que é a missão de trabalhar no acerto do carro vai ficar um pouco mais complicada.

“Ele fez um bom trabalho, mas eu preferia ter dado essas voltas no carro. Por isso, nós perdemos uma sessão de treinos. Agora está mais difícil configurar o carro para a corrida”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube