Meteorologia prevê muito calor e chance nula de chuva para GP da Toscana de Fórmula 1

A milésima corrida da história da Ferrari no Mundial de Fórmula 1 vai ser disputada com tempo muito bom e temperatura ambiente na casa dos 30ºC em Mugello, palco do inédito GP da Toscana

Neste período que marca o fim do verão na Europa, Mugello vai receber pela primeira vez uma corrida do Mundial de Fórmula 1 neste domingo (13). Uma corrida que traz a perspectiva de ser quente dentro da pista, com as muitas variáveis que compreende um circuito ainda desconhecido para muitos pilotos e equipes do Mundial, mas quente também quanto ao clima para o inédito GP da Toscana de logo mais, diz a meteorologia. A prova marca o histórico milésimo GP da Ferrari na Fórmula 1.

Segundo o site especializado Weather Channel, não há a menor chance de chuva para as próximas horas em Scarperia e San Piero, na Toscana, localizado a cerca de 30 km da belíssima Florença. A temperatura ambiente ao longo das próximas horas vai alcançar os 30ºC, com garantia de céu azul por toda a tarde.

Calor vai ser uma das marcas do histórico milésimo GP da Ferrari na Fórmula 1 (Foto: Ferrari)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

O que chama a atenção é a velocidade dos ventos, que vai soprar em velocidade estimada de 18 km/h na direção Nor-Nordeste. A umidade relativa do ar prevista para o período da corrida é de 39%.

As altas temperaturas no ambiente e na pista para a corrida trazem a expectativa de uma jornada marcada pelo alto desgaste dos pneus, sobretudo por conta do asfalto abrasivo de Mugello. A Mercedes, que dominou o treino classificatório com Lewis Hamilton na pole e Valtteri Bottas na segunda posição, tem na Red Bull uma ameaça. Max Verstappen fez sua melhor classificação em 2020 e ficou a 0s365 do tempo estabelecido pelo hexacampeão do mundo: 1min15s144.

A previsão de desgaste de pneus para a corrida é compartilhada pela Pirelli. “Como Mugello é um circuito totalmente novo e não é tão fácil de ultrapassar, com trechos de alta velocidade e setores mais técnicos, a estratégia será muito importante: especialmente porque o desgaste dos pneus deve ser elevado. Essa degradação, em particular do pneu macio, será a chave para a estratégia”, analisou Mario Isola, comandante da fornecedora única de pneus para a Fórmula 1.

“Controlar a degradação do composto macio no início da corrida será crucial, e isso vai determinar se a corrida terá um ou mais pit-stops. Ou seja, são várias estratégias diferentes possíveis. Os pneus macios foram usados ​​do início ao fim da classificação de hoje, mas os compostos mais duros certamente terão seu valor amanhã, especialmente para os pilotos que contemplam uma estratégia de parada única”, complementou.

O GP da Toscana de Fórmula 1 tem largada prevista para 10h10 (de Brasília) deste domingo. Antes, a partir de 9h, o GRANDE PRÊMIO analisa a classificação e traz todos os bastidores e últimas informações de Mugello AO VIVO no BRIEFING pré-corrida. Tudo na GP TV, o canal do GRANDE PRÊMIO no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube