Michael Masi deve deixar função de diretor de provas da Fórmula 1 em 2022?

Além do triunfo de Max Verstappen, o GP de Abu Dhabi também foi marcado por uma decisão polêmica e tardia de Michael Masi. Portanto, o que seria necessário fazer para evitar estas situações das últimas provas? Há alguma condição para Masi seguir no atual posto em 2022?

A dramática última volta do GP de Abu Dhabi de F1 (Vídeo: TSN)

Lewis Hamilton era o campeão da temporada 2021 da Fórmula 1 até a última volta do GP de Abu Dhabi, quando Max Verstappen o superou. Isso só foi possível porque um acidente com Nicholas Latifi exigiu a entrada do safety-car na parte final da corrida disputada no último domingo (12). Com a bandeira amarela, o holandês aproveitou para trocar os pneus e voltar com macios, enquanto o heptacampeão permaneceu na pista, com compostos duros desgastados. Acontece que a direção de prova tomou uma série de decisões que acabou mudando a história da final da F1.

Michael Masi, diretor de prova da Fórmula 1, inicialmente informou às equipes que, nas voltas derradeiras, não seria permitido a ultrapassagem. Logo depois, mudou de ideia, para que a corrida tivesse o fim em bandeira verde. Para isso, autorizou apenas os pilotos retardátarios que estavam entre Hamilton e Verstappen — Lando Norris, Fernando AlonsoEsteban Ocon, Charles Leclerc e Sebastian Vettel — descontassem a volta. Assim, ao liberar a prova, deixou o caminho livre para um embate entre os dois postulantes ao título.

O resultado positivo foi para Verstappen, que ultrapassou Hamilton e garantiu seu primeiro título mundial. Mas não é a primeira vez que a FIA (Federação Internacional do Automobilismo) toma decisões um tanto quanto conturbadas. Durante toda a temporada, a entidade vem tendo o protagonismo e sendo pressionada por todos os lados. Portanto, o que seria necessário fazer para evitar estas situações das últimas provas? Há alguma condição para Masi seguir no atual posto em 2022?

É a discussão levantada por Victor Martins, Evelyn Guimarães e Gabriel Curty no vídeo desta terça-feira (14). Na produção, Rodrigo Berton.

Assista ao vídeo!

MICHAEL MASI: DEMISSÃO DO DIRETOR DA F1 É A SOLUÇÃO?

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar